Política

Cobrança de dízimo rende R$ 8,3 milhões a partidos

21/07/2007 10:28


Reportagem da Folha (só para assinantes) publicada na edição deste sábado informa que o "dízimo" rendeu em 2006 aos 20 partidos com representação no Congresso R$ 8,28 milhões. O "dízimo" é um percentual cobrado sobre o salário de parlamentares, ocupantes de cargos de confiança no Executivo e Legislativo e servidores públicos em geral.


De acordo com a reportagem, dois terços dessa arrecadação (R$ 5,48 milhões) ficaram com o PT, apesar de quase todas as siglas utilizarem esse expediente.


A matéria informa que as 20 maiores legendas determinam a cobrança de alguma forma de "dízimo" em seus estatutos --que varia de 3% a 10% do salário. Mas pode chegar a 30%, como no PSOL.


folha on line