Parceria intensifica ação anti-aids em eventos

27/07/2007 07:43


Representantes da Gerência de Ações para a Juventude, ligada à Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania, e da Secretaria Executiva de Saúde, vinculada à Secretaria Municipal de Ações Sociais, se reúnem amanhã (27) com promoters e proprietários de casas noturnas de Corumbá e Ladário. A reunião será realizada no Espaço Educacional, a partir das 14h.


Segundo Márcio Cavasana, gerente de Ações para a Juventude, o objetivo do encontro é discutir a atuação conjunta, do setor e da administração
municipal, em ações de prevenção à aids, DSTs, drogas e abuso de bebidas alcoólicas. Ele explica que os shows e demais festas noturnas reúnem grande quantidade de jovens, público que deve ser conscientizado dos riscos de se contrair doenças ou mesmo causar acidentes. "São medidas simples que podem ser tomadas, como divulgar mensagens de conscientização no convite, no ingresso, ou mesmo distribuir preservativos a quem comparece aos eventos, e que fazem toda a diferença", analisa o gerente.


Márcio informa que as ações começam neste fim de semana, na casa noturna Studium 1054. "Esta foi a primeira que aderiu à nossa proposta. Eles terão cartazes nos banheiros e informes nos ingressos. Também vão distribuir preservativos aos freqüentadores", diz.


Em busca do jovem - As parcerias para  conscientização dos jovens também reforçarão as ações do Programa Municipal de Atenção Integral à Saúde do Adolescente (PMAISA) de Corumbá, que presta orientação na prevenção, recuperação e integração dos adolescentes. É uma iniciativa
interdisciplinar, que envolve os poderes públicos, entidades não
governamentais e a família em um esforço conjunto para assistir os jovens.


"O objetivo é chegar ao jovem e trazê-lo para a unidade de saúde. As
crianças são levadas pelas mães às unidades. Já o jovem, é o mais
resistente a fazer exames, a cuidar da sua saúde. Com o trabalho de
orientação, eles são conscientizados", explica a coordenadora do PMAISA, Diva Staut Albaneze. O atendimento é prestado em todas as unidades básicas de saúde de Corumbá.


Nas palestras e rodas de conversa, os questionamentos dos adolescentes,
com idades entre 10 e 19 anos, vêm à tona e são respondidos por
profissionais especializados. Diva explica que entre as principais dúvidas estão assuntos relacionados à puberdade, uso da camisinha e sexualidade. "É um momento delicado da vida, que o jovem precisa estar amparado e consciente", reafirma.


Para a coordenadora do PMAISA, a parceria com os promoters e proprietários de casas noturnas permitirá ampliar o alcance das ações. "As mensagens nos pré-convites e ingressos levarão orientações sobre saúde, combate às drogas, às DSTs e prevenção à violência. Também serão distribuídos preservativos nos eventos", diz, reiterando que além da gravidez e da aids, a camisinha evita a transmissão da hepatite B e hepatite C.


assessoria de comunicação