Oito em cada dez pacientes com problema cardíaco têm hipertensão

06/08/2007 11:02


Oito em cada dez pacientes com problemas cardíacos controlam mal a hipertensão arterial, apresentando valores "elevados", e até 85% deles sofrem de obesidade, indica um estudo científico divulgado nesta sexta-feira na Espanha.


Essa situação constitui "um sério e crescente problema sanitário para os países desenvolvidos", segundo um relatório de nome "Valycor", publicado na revista científica Hipertensión e que contou com a participação de mais de 200 médicos e quatro mil pacientes.


O dado positivo extraído do estudo diz respeito à baixa percentagem de fumantes detectada entre esses pacientes, o que revela a alta conscientização sobre as conseqüências negativas do tabaco tanto por parte dos pacientes como da comunidade médica.


A insuficiência cardíaca representa a primeira causa de ingresso em hospitais e é um dos principais fatores de gastos com saúde.


O estudo revela que mais de 85% dos pacientes sofrem de obesidade, e cerca de 50% de dislipemia (alteração nos níveis de lipídios plasmáticos, principalmente colesterol e triglicérides).


Cerca de 29% apresentam diabetes mellitus tipo 2.


Esses dados refletem a mudança no estilo de vida que afeta a sociedade atual, "mais sedentária e com hábitos alimentares pouco saudáveis".


O doutor Pedro Morillas, do Serviço de Cardiologia do Hospital Universitário de San Juan de Alicante (leste da Espanha) e autor da análise, considera que a pesquisa revela "o péssimo controle dos números de pressão arterial nesses pacientes, que além disso são de alto risco cardiovascular".


uol