Tecnologia

Google Brasil passa a responder por denúncias de crimes no Orkut

05/09/2007 11:46


O Google Brasil a partir da semana que vem passa a ser a procuradora do Google Inc. no Brasil. Com a decisão a empresas nacional passa a responder pelas denúncias de crimes no Orkut. "O Google Inc. continua sendo a responsável direata pelo Orkut, e preservação dos dados nele armazenados. O que acontecerá é que a Google Brasil terá a chance de representá-la no País e agilizar o processo de combate aos crimes praticados no Orkut", explica Alexandre Hohagen, Diretor Geral do Google Brasil.


O Google Brasil também anunciou ainda a criação de uma ferramenta exclusiva para ONGs realizarem denúncias de crimes no Orkut similar a que foi oferecida aos Ministérios Públicos Federais de diversos estados brasileiros. "As organizações não governamentais terão um login e senha para acessarem uma interface exclusiva. Na página terá um botão para que elas façam as denúncias quando encontrarem um página ilegal", explica o Hohagen. A iniciativa conta com o apoio da Câmara-e Net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico) que ficará responsável por contatar as ONGs. Segundo o Google, eles já entraram em contato com organizações como Safernet, Unicef e WCF para que elas façam parte do processo.  


Thiago Tavares, Presidente da Safernet ONG que combate crimes contra os direitos humanos na Web, afirma que essa é a notícia que eles aguardam há três anos. "Tudo que nós queríamos é que o Google Brasil assumisse a responsabilidade legal e social de estar no Brasil. É uma notíca muito positiva amudança de postura da empresa, só lamentamos que tenha demorado tanto". Tavares afirma que os representante da Safernet estão disponível para estabelecer o tão esperado diálogo com o Google Brasil. "Esperamos que com essa mudança de postuta da companhia as coisas possam fluir de maneira diferente".


Para responder judicialmente pelo Google Inc. o Google Brasil tem agora um novo depertamento jurídico local coordenado pela
diretora jurídica da empresa, Aline de Almada. "As mudanças no departamento jurídico da empresa começam a vigorar a partir da semana que vem", afirma a advogada. Alexandre Hohagen justifica que a mudança é uma consequência natural do crescimento da empresa no Brasil, hoje com 120 funcionários locais situados em São Paulo e Belo Horizonte.


A questão da responsabilidade do Google Brasil sobre os crimes no Orkut é uma polêmica que já durava três entre a empresa e o Ministério Público Federal de São Paulo, apoiado pela Safernet de Thiago Tavares. Tanto que o MPF de SP não tem acesso à ferramenta de denúncias do Orkut disponível para os órgãos similares dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Norte, Acre, Pernambuco e para a Polícia Federal.


uol