Tecnologia

Intel prepara demissão de 10% de sua área de TI no mundo

28/09/2007 09:02


A Intel pretende reduzir em 10% sua equipe de Tecnologia da Informação (TI), como parte de um esforço progressivo para tornar suas operações mais eficientes, informou um porta-voz da companhia. "Estamos em um ambiente muito competitivo e precisamos nos manter ágeis e eficientes", disse o porta-voz Chuck Mulloy, revelando que os cortes acontecerão em todo o mundo, apesar de a companhia não revelar quantos funcionários de TI serão demitidos no processo.


A confirmação veio logo após a divulgação dos planos de demissão da Intel em um post anônimo publicado no blog Intel Perspective, que dava detalhes sobre o caso. "Esse é um reposicionamento primeiramente baseado em habilidades, o que significa que vamos direcionar processos de avaliação de habilidades para cada funcionário, dando notas e comparando-as com as dos demais, para então determinar quais delas podem ser perdidas em nossas equipes", postou o blogueiro, que assina Intel IT Guy. "É um trabalho doloroso, desagradável e não está indo bem ¿ pelo menos para a minha equipe".


O porta-voz confirmou que avaliação de habilidades faz parte do processo de realocação, no qual em até dois meses os funcionários poderão ter a oportunidade de serem reaproveitados em outras áreas da companhia. Se não houver chance de reposicionamento, serão oferecidos pacotes demissionais, calculados por anos de serviço. E mesmo quem não quiser participar desse período de avaliação também receberá pacotes de desligamento, segundo Mulloy.


A companhia conta com aproximadamente 5 mil funcionários em todo o mundo na sua área de TI, dentre os 90 mil na sua folha de pagamento, segundo o site The Inquirer, que semana passada já havia informado sobre um corte de 200 funcionários da Intel da Irlanda, através de um programa de demissão voluntária. No início do ano, a Intel já havia anunciado a demissão de cerca de mil funcionários de uma fábrica localizada no Novo México.


terra