Geral

Teatro orienta sobre sanidade animal em assentamento

02/10/2007 10:11


Diversão e educação. Esses foram os principais atores na peça de teatro que encantou moradores do assentamento Rancho Loma, em Iguatemi. O grupo Curumins prendeu a atenção de crianças, jovens e adultos durante a peça sobre sanidade animal, realizada no dia 28.


A peça foi parte do programa Sanidade sem Fronteiras, levado aos municípios fronteiriços através de parceria entre Federação de Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-AR/MS) e Governo do Estado, através da Seprotur e IAGRO.


"É preciso a conscientização dos produtores rurais, de sua responsabilidade com a sanidade. A partir do Sanidade sem Fronteiras o que queremos é levar a compreensão de que é possível mudar essa realidade", explica Maria Anita de Medeiros, superintendente do SENAR-AR/MS.


O morador do Rancho Loma e agente de saúde, Anísio Ferreira dos Santos, sabe da importância da educação para melhoria na vida dos assentados. "Muitas vezes não tivemos oportunidade de estudar, de aprender. Essa ação vai mudar a vida de muitos aqui. Vimos que é preciso cuidado com tudo o que a gente produz e só assim poderemos crescer", afirma.


A peça teatral encerrou a programação de cursos de agente de saúde animal, realizados nos assentamentos de Rancho Loma, Nossa Senhora Auxiliadora e Colorado, em Iguatemi.


O curso também foi levado às cidades de Eldorado, com o assentamento Floresta Branca, Mundo Novo, no assentamento Pedro Ramalho, e em Japorã, nos assentamentos de Indianápolis e Savana. Na próxima semana, o curso será realizado em Itaquirai, em oito assentamentos.


Sanidade


O programa tem como objetivo treinar agentes de sanidade, principalmente em assentamentos, aldeias indígenas e propriedades de fronteira, para atuação na prevenção de doenças, além de sensibilizar os produtores rurais quanto a importância da erradicação da febre aftosa.


Na segunda fase o programa será estendido aos município de Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Tacuru, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho e Corumbá.


sato comunicação