Turismo

Oktoberfest, boa dica para viajar no feriadão de outubro

06/10/2007 16:25


Se um dia de feriado é bom, dois então nem se fala. E quando os dois dias livres caem em dias subseqüentes e emendados com o final de semana, aí é bom demais. Pois é, vem aí a celebração do aniversário de criação do Estado de Mato Grosso do Sul, dia 11, uma quinta-feira, e o Dia de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil, no dia 12, uma sexta-feira. E para quem deseja pegar a estrada nesse feriadão, uma boa pedida é a Oktoberfest 2007, em Blumenau, principal cidade do Vale do Itajaí, também conhecido por Vale Europeu, em Santa Catarina.


A Oktoberfest é um dos mais importantes produtos turísticos do calendário nacional, com foco nas tradições alemãs trazidas e cultuadas pelos primeiros imigrantes - os usos e costumes, a gastronomia, a música, as danças e o folclore. É considerada a maior festa alemã das Américas, e a edição deste ano começa no dia 4 e vai até o dia 21 de outubro.


Desde a sua criação, logo após duas grandes enchentes que assolaram a região, em 1983 e 1984, a Oktoberfest vem ganhando força a cada ano como um evento que lembra Blumenau. É pensar na cidade e logo lembrar da festa, da mesma forma que a festa lembra a cidade que é o centro do enclave germânico em Santa Catarina, famosa também por suas malhas, cristais e porcelanas.


Centenas de milhares de visitantes chegam à cidade de Blumenau todos os anos atraídos pela festa movimentada por bandinhas alemãs e muita cerveja. Verdadeiro espírito germânico que transparece desde a esmerada limpeza das ruas até o sabor marcante da culinária, passando pelo colorido dos trajes folclóricos e se espalhando por todos os detalhes. Nos arredores, é possível encontrar vilarejos típicos como Vila Itoupava, nos quais os costumes primitivos dos imigrantes estão ainda mais conservados - ali se pode adquirir delícias caseiras como cucas, licores, conservas e embutidos.


Em torno de Blumenau, as cidades de Brusque, Indaial, Timbó, Gaspar e Guabiruba também apresentam características alemãs marcantes. Mas a pequena Pomerode é parada obrigatória no roteiro. Colonizada a partir de 1861 por imigrantes vindos da Pomerânia, Norte da Alemanha, é uma genuína vila germânica, com casas enxaimel que podem ser admiradas nas principais ruas do centro. Ainda hoje, os costumes dos seus fundadores se mostram profundamente enraizados, a ponto da maioria dos habitantes se comunicar em algum dialeto alemão.


Os turistas que participam da Festa de Outubro podem saborear a comida típica germânica - como o Kassler, o Eisbein e o Marreco Recheado - e provar o chope artesanal, produzido pelas cervejarias do Vale do Itajaí. O chope regional foi introduzido na festa pela primeira vez em 2005 e conquistou o paladar dos visitantes, especialmente pela variedade da bebida.


O Vale do Rio Itajaí foi colonizado por imigrantes europeus, principalmente os alemães, que fundaram Blumenau em 1850. No último quarto do século XIX, os italianos instalaram-se próximo às povoações germânicas já existentes. Os descendentes desses povos preservam os costumes dos antepassados na culinária, na arquitetura, no folclore, nas danças e nas festas. A natureza privilegiada da região propicia inúmeras opções de ecoturismo e turismo de aventura. Isso significa que a Oktoberfest pode ser apenas um dos motivos para encarar a estrada rumo a maior cidade do Vale Europeu em terras catarinenses.


Serviços:


A abertura oficial da 24ª Oktoberfest acontece no dia 4 de outubro no Parque Vila Germânica, em Blumenau. O ingresso no Parque tem os seguintes preços: Domingo a quinta - R$ 5,00, Sexta e sábado - R$ 10,00, Dias 11 e 12 de outubro - R$ 10,00. Sábados, domingos e feriado as bilheterias abrem às 15h. Nos demais dias, às 18h.
A Secretaria de Turismo de Blumenau disponibilizou várias Centrais de Atendimento ao Turista (CAT) durante a Oktoberfest. Telefone (47) 3326 6797. Email: secturismo@blumenau.sc.gov.br


campo grande news