Transfusões de sangue podem ser prejudiciais

09/10/2007 10:59


As transfusões de sangue podem causar mais prejuízos do que benefícios a muitos pacientes. Isso porque o sangue doado perde um componente essencial logo após ser armazenado, segundo conclusões de especialistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.


De acordo com esses cientistas, após três horas de armazenamento, o sangue começa a perder o óxido nítrico, componente que facilita a transferência de oxigênio dos glóbulos vermelhos para os tecidos.


Estudos recentes comprovam que os pacientes que recebem transfusões de sangue correm um risco maior de sofrer um ataque cardíaco e até mesmo morrer. Porém, este é o primeiro estudo que busca identificar as razões.


"A questão do potencial dano do sangue doado aos pacientes é um dos maiores problemas da medicina americana", afirma Jonathan Stampler, professor de medicina cardiovascular e pulmonar de Duke.


A equipe de Stampler conseguiu aumentar o fluxo sangüíneo aos corações de cachorros com carência de oxigênio, após agregarem óxido nítrico ao sangue armazenado. O próximo passo será comprovar se esta técnica também funciona em seres humanos.


Os estudos foram publicados na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences".


uol