Turismo

Executivos portugueses visitam pontos pontos turísticos

20/10/2007 11:45


Uma comitiva de executivos da TAP- Transportadora Aérea Portuguesa - iniciou hoje com um café da manhã no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo a visita aos pontos turísticos de Mato grosso do Sul. São representantes da empresa aérea que trabalham em diversos países europeus como Alemanha, Inglaterra, Espanha, Holanda, Suíça entre outros. Ao término das visitas eles participam da rodada de negócios, promovida pelo Sebrae/MS no dia 22, com as operadoras de turismo do Estado para negociar diretamente entre eles. A rodada acontece durante o 1º Salão de Turismo de MS, em Campo Grande.


Para a secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o evento deve mudar o turismo no Estado. "Estamos entrando em uma nova era, mais do que um namoro, estamos em um noivado, e ano que vem quem sabe não teremos um casamento", disse a secretária.


As possibilidades de mudança que a estruturação de negócios com a empresa são vislumbradas também por Mario Carvalho, diretor da TAP para o Brasil e Argentina. "No Recife, a transformação ocorrida com os vôos da TAP, criou oportunidades de negócios e todos ganharam com o crescimento turístico e o investimento europeu. Responsabilidade grande, nosso negócio é o transporte, cabe agora a divulgação dos destinos para a vinda de turistas", disse o executivo.


Segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nilde Brum, a vinda da TAP para o Estado é motivo de alegria para todos. "É a primeira vez que a TAP traz todo o seu staff da Europa para o Estado. Mato Grosso do Sul foi escolhido por eles para receber os representantes da TAP que trabalham nos países europeus para conhecer o nosso produto, isso abre grandes possibilidades de negócios para a área de turismo porque são pessoas que nunca estiveram aqui e vieram conhecer os nosso produtos, e além de conhecer, terão a oportunidade de sentar com os nossos operadores e gerentes para realizar negócios", comemora a diretora.


Custos - de acordo com Kassilene Carneiro, presidente do Gopam - Grupo de Operadoras de Turismo, com a Rodada de Negócios os preços dos pacotes para Mato Grosso do Sul devem baixar e, conseqüentemente, o número de turistas deve aumentar.


"A Rodada vai ser uma grande oportunidade para os operadores. Com o contato direto, entre o operador local e o internacional, a gente consegue vender o produto diretamente com uma carga menor. Hoje um dos grandes problemas é que na hora que a gente vende o produto ele passa por diversas operadoras, aumentando muito o preço do nosso pacote, essa é uma oportunidade de encurtar o caminho e reduzir os custos", explicou Kassilene.


Norma Assano, da N&T Japan Tour, acredita que o evento é a chance de aumentar o número de negócios internacionais. "Esperamos vender nossos destinos na Rodada de Negócios, nossa dificuldade está na divulgação lá fora, falta um marketing mais agressivo de divulgação, e a rodada vai ser uma oportunidade de realizar esse corpo a corpo com as operadoras internacionais", afirma.


Sazonalidade - "A grande virtude do estrangeiro é que ele vem principalmente na baixa temporada, então ele ajuda a melhorar a nossa sazonalidade", explica Eduardo Folley Coelho, presidente da Atratur e proprietário do recanto ecológico Rio da Prata, que ganhou o prêmio Melhor Passeio do Brasil - Escolha do Leitor, da revista Quatro Rodas.


As operadoras de turismo do Estado receberam um treinamento especial, na segunda-feira, para participar da Rodada Internacional de Negócios Turísticos. A Rodada é realizada pelo Sebrae no dia 22 de outubro, das 9 às 15h, no Centro de Exposições Albano Franco em Campo Grande (MS). Foram convidadas cinco operadoras de cada um dos seguintes países: Chile, Uruguai, Bolívia, Paraguai, Peru, Argentina, EUA, Portugal, França, Inglaterra, Holanda, Itália, Alemanha, Espanha e Suíça.


ms notícias