Policial

Grupo que tentou invadir presídio teve apoio de helicóptero

14/04/2008 10:43


Agentes penitenciários revelaram agora há pouco como foi a ação de um grupo composto por aproximadamente dez homens fortemente armados, que tentaram invadir o Presídio Federal de Campo Grande na noite de ontem, por volta das 22 horas.


Pedindo para não ser identificado, um dos agentes contou que o grupo surgir do matagal que dá acesso ao bairro Dom Antônio Barbosa, avançaram pela cerca de arame farpado e chegaram a invadir o pátio de entrada do Presídio Federal, disparando tiros contra a Torre 1.


"A troca de tiros durou aproximadamente meia hora e o grupo estava sendo orientado por um helicóptero", relatou o agente, que chegou a mostrar as marcas de balas em vários pontos.


O agente contou ainda que em determinado momento, foram obrigados a utilizar uma granada para afastar o grupo. "Durante a troca de tiros pedimos reforço da Polícia", disse, acrescentando as viaturas do Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), chegaram ao local e foi possível verificar que o grupo evadiu-se do local utilizando pelo menos dois carros, que não foram identificados.


O Presídio Federal de Campo Grande abriga 158 presos, entre os quais os megatraficantes Fernandinho Beira-Mar e o colombiano Juan Carlos Abadía. Também está no presídio o comendador Arcanjo, acusado de chefiar o jogo de bicho em Mato Grosso. Recentemente foram transferidos ao presídio lideranças do PCC que estavam na Máxima de Campo Grande e no Instituto Penal.


midia max news