Turismo

Ministra do Turismo participa da abertura da 11ª Marcha dos Prefeitos

16/04/2008 14:21


A ministra do Turismo, Marta Suplicy, participou na manhã de ontem (15/04) da solenidade de abertura da 11ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, juntamente com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e com o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, e do Senado, Garibaldi Alves. Outros 20 ministros também estiveram presentes na abertura do evento, que é organizado anualmente pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e reúne prefeitos de todo o país.


Durante discurso, o presidente Lula saudou os avanços que aconteceram durante seu governo na relação com os municípios, lembrando que desde 2003 deixou de participar apenas de uma edição da marcha dos prefeitos. Lula também anunciou a liberação de R$ 500 milhões para aquisição de máquinas agrícolas, e o envio de um projeto de lei ao Congresso Nacional para regulamentar o transporte escolar rural, atendendo reivindicação dos prefeitos.


Nos três dias do evento, o Ministério do Turismo fará a divulgação de seus programas para os prefeitos e secretários municipais presentes na Marcha. O MTur possui mais de vinte programas planejados e desenvolvidos para contribuir com o incremento da geração de emprego e renda em todos municípios do país. Um exemplo é o Projeto Destinos Indutores de Desenvolvimento do Turismo Regional, que tem por objetivo estruturar destinos turísticos com padrão de qualidade internacional, bem como definir parâmetros, avaliar o estágio de desenvolvimento e elaborar plano de ação para que os destinos indutores de desenvolvimento alcancem esse padrão de qualidade.


Outro exemplo é o Programa de Desenvolvimento do Turismo, o Prodetur Nacional. Por meio do programa, estados e municípios brasileiros - estes desde que tenham mais de um milhão de habitantes -, poderão solicitar recursos diretamente ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), dentro de suas respectivas capacidades de endividamento e critérios acordados entre o MTur e o banco. Para acessar a linha de crédito, as propostas têm de ser aprovadas pela Comissão de Financiamentos Externos do Ministério do Planejamento (Cofiex), por meio de cartas-consulta. Nestas, deverão ser identificadas as modalidades de turismo que serão desenvolvidas, bem como os mercados, segmentos e áreas geográficas alvos das intervenções.


revista hotelaria