Política

Executiva do PT expulsa deputado do Rio por suposto envolvimento com milícias

27/01/2009 10:07


A Executiva Nacional do PT decidiu nesta segunda-feira expulsar o deputado estadual do Rio de Janeiro Jorge Babu (PT), acusado de envolvimento com milícias, descumprimento de orientações do partido e participação em brigas de galo.


A decisão vai ser remetida ainda hoje para o Diretório Estadual do PT no Rio. Babu pode recorrer à decisão e apelar para ser mantido no partido.


"Foi deliberado pela expulsão do PT. A decisão vai ser encaminhada ao diretório estadual. Mas ainda cabe recurso', disse o presidente nacional da legenda, deputado Ricardo Berzoini (SP).


A reportagem entrou em contato com Babu em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro mas ainda não teve retorno.


No final do ano passado, o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, disse ter certeza que o deputado estadual teria envolvimento com uma milícia--alvo de uma das ações da Polícia Civil do Estado. O deputado estadual negou as suspeitas.


De acordo com a Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas), a milícia supostamente comandada por Babu era rival à Liga da Justiça --milícia que estaria sob controle do vereador Jerônimo Guimarães, o Jerominho.


No início do mês, o Órgão Especial do TJ-RJ (Tribunal de Justiça) do Rio recebeu denúncia do Ministério Público do Rio contra Babu por suspeita de envolvimento com milícias. O TJ também recebeu denúncia contra oito pessoas pelo mesmo motivo de Babu.


O julgamento da denúncia foi suspenso em novembro por pedido de vista do desembargador Nascimento Póvoas. Antes do pedido, o relator do processo, desembargador Antonio Eduardo Ferreira Duarte, e mais 13 desembargadores do órgão votaram pelo recebimento da denúncia.


folha online