Geral

Após cirurgia, José Alencar continua internado e respira por aparelhos

27/01/2009 10:09


O vice-presidente José Alencar continua internado nesta terça-feira para se recuperar da cirurgia a que foi submetido para retirada de tumores na região abdominal nesta segunda-feira (26). A cirurgia durou cerca de 17 horas e se encerrou pouco após as 2h de ontem.


Segundo boletim médico divulgado pelo hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde o vice foi operado, "seu estado é estável e os médicos consideram que o paciente está bem, levando-se em conta o tipo de intervenção".


De acordo com o hospital, Alencar "respira por aparelhos e mantém todos os sinais vitais normais, inclusive com bom funcionamento do rim".


Os médicos esclareceram ontem sobre a preocupação com as 24 horas posteriores à recuperação do vice-presidente.


Alencar foi submetido pela primeira vez a uma operação de retirada de tumores aliada ao tratamento quimioterápico. O hospital informou que "foi feita a retirada de uma porção do intestino delgado, uma parte do intestino grosso e de 2/3 do ureter. A retirada dessas porções (ressecção) se deve a estarem comprometidas pelo tumor."


O hospital informou ainda que o "ureter foi substituído por uma parte do intestino delgado, com a mesma função de ligar o rim à bexiga". "A complexidade da cirurgia deveu-se, em parte, ao fato do vice-presidente possuir apenas o rim esquerdo".


Além disso, os médicos aplicaram uma "quimioterapia hipertérmica". "Nesse procedimento, após a cirurgia de retirada dos órgãos acometidos, um cateter foi introduzido na cavidade peritonial, por onde foi injetada uma solução quimioterápica", diz o hospital.


Em setembro de 2008, Alencar foi submetido a uma cirurgia para tratar um tumor no abdome.


Alencar disse em entrevista para a colunista da Folha Eliane Cantanhêde que não tem medo da morte. "Eu não tenho medo da morte. Entreguei a Deus", diz. "Tem de encarar de frente e nunca desmobilizar."


folha online