18 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Aquidauana: Morador de rua luta por dias melhores

Numa semana que a ONU lembra o Dia Mundial da Justiça social, a história de Seo Gerson produz reflexão sobre um grupo que vive um drama crescente

22 FEV 2017 - 13h00min
VSM especial para O PANTANEIRO

O último 20 de fevereiro,  marcou o Dia Mundial da Justiça Social. Um dos assuntos lembrados em vários textos midiáticos foi a falta de acesso a moradia, drama crescente em todo o mundo. Milhões de pessoas, hoje, segundo estatísticas da ONU, vivem nas ruas. Isto fez com que a relatora especial do órgão para o direito de moradia, Leilani Farha, pedisse aos governos de todo o mundo que reconheçam o problema dos sem-teto como uma crise de direitos humanos.

Os chamados ?moradores de rua? podem ser encontrados por aqui, em Aquidauana, do outro lado da ponte, em Anastácio e qualquer município do país, enfim, no mundo todo. São a prova mais concreta da persistente desigualdade, distribuição de terra e a pobreza em escala global.

Em Aquidauana, o ponto de maior convergência deles é a região da Rodoviária. Por ali circula, todos os dias, por fazer parte de um itinerário diário de trabalho, o Seo Gerson  Francisco de Lima, 50, buscando papelões, atividade que lhe rende uns trocados. ?Ganho, em média, de R$ 20 a 30 reais por dia. Parte reservo para a pensão de uma filha que tenho, de 9 anos, que reside em Campo Grande?, diz. Ele não quer ser visto como um estorvo para a sociedade, mas como alguém que luta para sobreviver.

Ao chegar a Aquidauana, há cerca de seis meses, o falante filho de Antônio João, terra que deixou assim que os pais morreram, lembra que construiu um barraco improvisado para morar. Depois de ser despejado deste espaço, construído com restos de material encontrado nas ruas, começou a usar o próprio carro de transporte dos papelões, cobrindo-o de lona, para dormir. E isto depois da uma hora da madrugada, quando termina uma jornada que começa, todos os dias, às 13 horas.

Seo Gerson é realista em relação aos seus limites. Não usa drogas, mas confessa que bebe uma ?cachacinha? de vez em quando. Também observa que não irá tão longe quanto Mário Batista da Cruz Júnior, 34, o morador de rua que surpreendeu a todos, recentemente, ao conseguir o segundo lugar no curso de administração da UFRN, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. ?Quero uma vida melhor?, acentua. E para isto, precisa de ajuda.  Uma empreendedora de Aquidauana, a empresária Rutinha, está fazendo sua parte, concedendo um espaço para ele se abrigar durante a noite e fornecendo o almoço diário. A água do dia a dia vem de uma mina, que passa por dentro da Energisa, cujo acesso é facilitado pela direção da empresa. Seu banho, ainda é feito por ali mesmo. Ainda, porque sua realidade deve mudar. ?Eu acredito!?, conclui.

Delivery Amorim_11

 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Familiares informam velório de Joséfa Maria

2
Policial

Após temporal, idoso escorrega de telhado e morre

3
Policial

Homens são presos com pintados fora da medida em camionete

4
Policial

Homem é preso ao tentar fugir de bar sem pagar a conta

Informe Publicitário

Informe

Drogaria Aquidauana: há 8 anos protegendo sua família

Previsão do Tempo

min17 max28

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.
min17 max28

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Aliás...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AI de ti, AQUIDAUANA!

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Restaurantes

Restaurante Viana

Rua Marechal Mallet, 773 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2654
Locadora de Veiculos

Pellicione Motors

Rua Marechal Mallet, 366 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1217
Hotéis

Hotel Escobar

Rua Marechal Mallet, 1850 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2078
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo