24 de outubro de 2020
Anuncie Aqui
-->

Até chegar a Manaus, aquidauanenses superam mais pontes e conhecem outros expedicionários

Viagem foi marcada por encontros e muitos desafios

17 NOV 2013 - 12h18min
redação
No último trecho até chegar a Manaus os aquidauanenses tiveram que superar muitas outras pontes. Estas últimas até a capital amazonense fez os expedicionários tremerem, já que algumas balançavam feito varinha verde e o medo de cair foi constante. Como em todos os outros percursos, os expedicionários encontraram outros aventureiros pelo caminho. E neste último até Manaus não poderia ser diferente. Mac, Wilson, Rhobson e Leonel encontraram com o pessoal da Expedição Ranger, eles saíram do Rio Grande do Sul e já tinham passado, inclusive, por Bonito. Depois de um bate papo e troca de cartões cada um tomou seu rumo.
 
Rhobson conta que eles saíram por volta das 7h da torre Aristóteles, onde passaram a noite, com destino a Manaus. Passaram pelo lugarejo de Igapóaçu, muito esperado por eles já que a partir dali a estrada melhora. Mas, como tudo na BR-319 é aventura, mais pontes amarradas com cordas, umas, inclusive, tinham apenas um tronco de árvore, outras, o madeiramento já estava todo comido por baixo. ?Balançávamos tanto que dava a impressão de que iríamos cair com o balanço. Imagina passando um UNIMOG com todo seu peso. A adrenalina foi grande?, lembra o fotógrafo.
 
Ainda pela manhã, encontraram a Expedição Ranger, que saiu do Rio Grande do Sul com destino ao monte Caburaí em Roraima. Eles também passaram por varias regiões do Brasil, inclusive, por Bonito (www.expedicaoranger.com.br). Eles estavam em seis Ranger, mas os aquidauanenses encontraram apenas três. Os demais estavam em outro caminho. Os expedicionários pararam para uma foto trocaram cartões e logo seguiram viagem. 
 
Ao chegar na RDS Igapóaçu (Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Igapóaçu) uma paradinha para o almoço. No cardápio: um delicioso Tucunaré às margens do Rio Igapóaçu. A comunidade de Igapóaçu tem cerca de 25 famílias, eles já foram mais 150 famílias conta Dona Mocinha, uma das mais velhas moradoras do lugarejo. Vivendo ali há mais de 33 anos, ela revela que no auge da BR-319 ganhava a vida só vendendo cafézinho para os viajantes que ali passavam pela balsa. Hoje, fica dias e mais dias sem passar ninguém, diz a dona do Restaurante e Pousada Beira Rio ? a reserva faz parte do município de Borbas, que fica a 150 km de Careiro Castanho e mais 100 km de Careiro da Várzea. 
 
Depois do almoço a despedida, mas antes uma paradinha para conhecer o Boto Cor de Rosa que é o xodó do lugarejo. ?Os moradores o alimentam com peixe na boca?, conta Rhobson.
 
Rumo a Manaus, os viajantes precisavam correr, pois tinham que pegar até a balsa que faz travessia do Solimões com o Rio Negro no máximo até às 20h. ?Até a balsa pegamos uma grande chuva. Se estivéssemos alcançado a chuva onde estão fazendo a terraplenagem teríamos dormido mais um dia na BR-319. Chegamos na balsa e logo fomos entrando com os jeeps, foi uma pena que a noite caiu e não consegui registrar em fotos o encontro das duas águas, mas levarei a imagem na lembrança?, conta Rhobson.
 
A travessia da balsa dura em média uma hora. Ao chegar a Manaus desembarcaram os jeeps e foram direto para o hotel descansar. 
 
No dia seguinte, foram conhecer o centro histórico de Manaus, o Teatro Municipal, a Capela de São Sebastião, o Tribunal de Justiça, entre outros... O comércio, tanto formal como informal, impressionou os viajantes. ?É muito forte. Têm camelôs em frente a todas as lojas do centro?, conta Rhobson.
 
Depois de passearem o dia todo por Manaus, mais uma noite de descanso. No outro dia, cedo, saíram com destino a Boa Vista (RR). Rhobson conta que o trânsito de Manaus nos horários de pico é muito complicado, mas por sorte conseguiram sair a tempo. ?Pegamos a BR-174, passando por um pedaço da estrada, cerca de 150 km, onde é supervisionado pelos índios Waimiri ? Atroari. Às 18h eles fecham a estrada e só liberam no dia seguinte às 6h. Tudo é monitorado por câmeras e têm várias placas avisando que é proibido fotografar e parar ali?, conta.
 
Mais uma parada para o almoço na churrascaria Pampa, depois estrada novamente. Mas, no entroncamento do 500 em Rorainópolis foram obrigados a parar, pois havia uma manifestação de trabalhadores rurais da região pedindo pontes, melhoria nas estradas, e a presença dos políticos. ?Logo chegou o vice-governador Chico Rodrigues que foi negociar com os manifestantes, porém só conseguiu a liberação da estrada às 18h?, diz o fotógrafo.
 
Já em Boa Vista, Leonel contactou seu amigo Osvair que os esperou com um delicioso churrasco junto à sua família e amigos. ?Chegamos exaustos e um pouco tarde, mas ainda bem que chegamos no dia planejado?, comemora.
 
?Ficamos hospedados no Hotel Trevo. A cidade estava lotada de motociclistas para o encontro internacional de motos, que acontecerá de 13 a 17 em Boa Vista?, conta. No dia 14 pela manhã seguiram rumo a Pacaraima na divisa com a Venezuela, onde passaram no Detran para um procedimento de documentação para entrar na Venezuela.
 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Empresário atira após discussão com gerente de loja no centro de Aquidauana e acaba preso

2
Aquidauana

Ao lado da avó de 77 anos e amigas, Isabela comemorou aniversário em pesca noturna

3
Policial

Jovem volta para almoçar e descobre que casa foi arrombada e furtada

4
Policial

PRF prende em Anastácio trio que tentava chegar à fronteira com carro roubado

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min24 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,22m
Miranda
1,52m
Paraguai
(-) 31

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Cada...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"O SONHO DO LÍDER É AGITADO"

Rosildo Barcellos

Poluição como questão de saúde pública!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Estaduais

Escola Estadual Marly Russo

Rua Marli Russo, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4202
Médicos

Solange A. Pellegrino - Psiquiatra

Marechal Mallet, 567 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3114
Escolas Municipais

Escola CAIC Antonio Pace

Rua Felipe Orro, s/n Bairro da Exposição - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
Supermercado Siriema
Fale com a redação