25 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Comarca de Aquidauana aprova implantação da audiência de custódia

Juízes Fernando Chemin Cury e Giuliano Máximo Martins destacam a economia de atos processuais

21 OUT 2015 - 09h15min
da Redação
O Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul implantou o projeto audiência de custódia no início de outubro, e os resultados, menos de duas semanas depois, já começam a aparecer. Na Comarca de Aquidauana, os juízes Fernando Chemin Cury e Giuliano Máximo Martins aprovaram a implantação da medida e destacam a economia de atos processuais, o que significa uma prestação jurisdicional mais rápida, como prevê o art. 5º, inciso LXXVIII, da Carta Magna, que garante a todos a razoável duração do processo.
 
Um exemplo dessa economia de atos processuais é citado por Giuliano, quando aponta que das quatro audiências de custódia realizadas entre 05 e 09 de outubro, o representante do MP (Ministério Público) entendeu que não necessitava de outras diligências da Polícia Civil e ofereceu denúncia imediatamente, logo depois de se decidir sobre a prisão ou não do autor do fato.
 
?Foi, durante a audiência de custódia, recebida a denúncia e o autor imediatamente citado, tendo recebido cópia de todo o teor da acusação. Em um dos processos, o defensor público já conversou com o denunciado e ofereceu resposta à acusação, permitindo que o juiz designasse imediatamente a audiência de instrução e julgamento. Com essa prática, diversos atos processuais foram economizados, o que fortalece a sempre esperada duração razoável do processo?, explica ele.
 
Giuliano garante que, na prática, quando possível, na audiência de custódia, a denúncia é oferecida e recebida, além de o réu ser citado imediatamente, recebendo cópia da acusação que acabou de ser oferecida. Tais atos processuais, de acordo com o juiz, somente foram possíveis em razão da sensível conduta dos delegados de polícia da Comarca de Aquidauana, que encaminharam o auto de prisão em flagrante com todos os meios possíveis ao oferecimento da denúncia, como é o caso dos laudos periciais em situações de violência doméstica.
 
Fernando Cury foi outro a realizar audiência de custódia e constatar a mesma economia de atos processuais. ?Nos casos simples, como direção sob efeito de álcool, por exemplo, em que não precisamos apurar a autoria, o MP oferece a denúncia, recebida pelo juiz. Se necessário, concede-se os benefícios. O réu apresenta defesa e sai citado. O inquérito é encerrado e o delegado, comunicado. O flagrante já vira ação penal?, acrescenta Cury.
 
Para os juízes, a audiência de custódia não chega a reduzir o número de processos, já que a demanda é muito grande, mas o ganho de tempo é real. Em casos de réu solto, os procedimentos poderiam levar até 90 dias e para réus presos, de 10 a 15 dias ? e tudo isso foi reduzido a um prazo de 24 horas.
 
Os dois magistrados ressaltam que tudo isso somente é possível porque existe apoio dos membros do Ministério Público e da Defensoria Pública.
 
Entenda
 
O Provimento nº 351, de 01º de outubro de 2015, do TJMS, regulamentou o procedimento das audiências de custódia em Mato Grosso do Sul, permitindo que o juiz mantivesse, em curto prazo, contato direto e pessoal com o indivíduo preso e deliberasse com maior profundidade sobre a legalidade de sua prisão, o que preserva a dignidade da pessoa humana.
 
Nas situações em que o auto de prisão em flagrante traz todos os elementos de prova suficientes ao oferecimento da denúncia, esta é oferecida desde logo, sendo que o autor do fato, quando da audiência de custódia, recebe cópia da acusação, o que gera elevado grau de economia processual e permite o julgamento da causa em um prazo cada vez mais curto.
 
A instalação da audiência de custódia em Mato Grosso do Sul visa proceder à oitiva informal do preso em flagrante delito, ao exame da legalidade da prisão e de sua manutenção, devendo o juiz verificar especialmente a ocorrência de indícios de abuso físico e/ou psicológico ao preso. Se for o caso, serão determinadas medidas judiciais que a situação exigir, a necessidade da conversão da prisão em flagrante em preventiva, ou a aplicação de outras medidas cautelares diversas da prisão.
 
A audiência de custódia deve ser realizada na sala de audiências do juiz competente no prazo de 24 horas após o recebimento da comunicação da prisão, podendo, em situações excepcionais, ser realizada por meio do sistema de videoconferência, devendo, nestes casos, a oitiva do preso ser colhida no fórum judicial da comarca de sua custódia.

Campanha Drogaria Aquidauana Institucional - 02
 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Após tempestade na madrugada, chuvas e ventos fortes continuam

2
Aquidauana

Caminhonete capota na BR-262 após atropelar tamanduá

3
Geral

Em Campo Grande, homem é atacado por jacaré no Lago do Amor

4
Turismo

Camisão ganha primeira vinícola de MS e prova que Pantanal também pode ser produtor de vinho

Informe Publicitário

Informe

Comtel é a única empresa de MS em evento internacional

Previsão do Tempo

min22 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nas...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Nelson Andrade Quelho - Cardiologista

Rua Pandiá Calógeras, 242 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3000
Médicos

Heraldo Alan K. J. de Paula - Radiologista

Rua Duque de Caxias, 645 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2279
Advocacia

Dr. Douglas Melo Figueiredo

Rua Manoel Antonio Paes de Barros, 415 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4900
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo