25 de outubro de 2020
Anuncie Aqui
-->

Confira os resultados da última rodada do Campeonato Brasileiro

Em duelo marcado por briga de torcidas, Atlético-PR garante vaga na Libertadores e rebaixa o Vasco. Fluminense vira sobre o Bahia, mas também cai para a Série B. Botafogo vence e agora fica de olho na decisão da Copa Sul-Americana.

9 DEZ 2013 - 09h35min
Com informações do Globoesporte.com
CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 (38ª E ÚLTIMA RODADA)
 
Atlético-PR 5 x 1 Vasco (*foto)
Em meio à confirmação da classificação do Atlético-PR para a Libertadores, com a impiedosa goleada por 5 a 1, dois capítulos tristes do futebol brasileiro foram escritos neste domingo: a briga entre torcedores, que interrompeu o jogo em Joinville por uma hora e dez minutos, e o segundo rebaixamento do Vasco, que precisava vencer e sucumbiu à limitação técnica que assombrou o time ao longo do Campeonato Brasileiro. O artilheiro Ederson foi o herói da tarde, com três gols, e Marcelo e Paulo Baier completaram a grande exibição.
 
O resultado deixou o Furacão na terceira posição, com 64 pontos. Terá de passar pela chamada Pré-Libertadores antes de entrar na fase de grupos. Já o Cruz-Maltino repete o calvário de cinco anos atrás e vai colher os cacos de uma péssima temporada, imerso em crises extracampo. O time fechou o nacional em 18º lugar, com 44 pontos. Se vencesse, ultrapassaria Fluminense e Criciúma e fugiria da degola.
 
O que marcará a partida, no entanto, não é o desfecho de cariocas ou paranaenses. A bola parou aos 17 minutos do primeiro tempo por causa de cenas de selvageria na arquibancada envolvendo um grupo de atleticanos e outro de cruz-maltinos. Foram trocas de socos e pontapés mesmo em quem estava caído e desacordado. A Polícia Militar, que só apareceu depois de alguns minutos do início da confusão, justificou que a segurança foi feita por uma empresa privada e contratada pelo mandante do jogo.
 
Quatro pessoas removidas pela equipe médica foram hospitalizadas, três delas em estado grave, mas não correm risco de morte, segundo a direção do Hospital São José, em Joinville. Os jogadores mostraram abalo ao ver a situação. O zagueiro Luiz Alberto, por exemplo, chorava.
 
 
Bahia 1 x 2 Fluminense
Luto em verde, branco e grená: o Fluminense jogará a Série B em 2014. A bola ainda rolava em Salvador para o confronto com o Bahia quando chegou a notícia de que todo esforço seria em vão. Com o apito final para São Paulo 0 x 1 Coritiba, em Itu, pouco importou a vitória de virada por 2 a 1 na Fonte Nova - gols de Samuel e Wagner, enquanto Barbio abriu o placar. Pela primeira vez na história, um campeão brasileiro está rebaixado no ano seguinte à conquista.
 
A queda remete o Fluminense ao período mais triste de sua história, quando caiu por três anos seguidos - 1996 (permaneceria na elite, após virada de mesa), 97 e 98 - e chegou ao fundo do poço na Série C. Desde então, com o retorno direto da Terceira para Primeira Divisão, em 2000, o Tricolor conquistou dois títulos brasileiros e protagonizou uma reação heroica em 2009, mas desta vez não foi possível. Com 46 pontos, a Série B é o destino do 17º colocado na tabela de classificação. Fred, figura maior do elenco carioca, torceu de um camarote, gritou e chorou com o fim trágico de temporada.
 
- Estamos conscientes de que temos que nos reerguer. Rever o que fizemos de errado, para não errar novamente. Ter a consciência de que a Série B é muito difícil, complicadíssima. No ano que vem temos que entrar, claro, para vencer todos os campeonatos, mas principalmente para levar de novo para a Série A - disse o goleiro Cavalieri.
 
O Bahia, por sua vez, só queria saber de festejar. Já salvo da degola depois da vitória sobre o campeão Cruzeiro, há uma semana, o time da Boa Terra viu o torcedor lotar a Fonte Nova e tripudiar sobre o rival carioca. Com 48 pontos, o Esquadrão de Aço termina a competição na 14ª posição.
 
 
Botafogo 3 x 0 Criciúma
O Botafogo precisava vencer e não dependia só disso. Torcia também por um tropeço de Goiás ou Atlético-PR para garantir um lugar no G-4 na última rodada do Campeonato Brasileiro. E o placar de 3 a 0 sobre o Criciúma, no Maracanã, somado à derrota dos goianos para o Santos no Serra Dourada, colocou o Alvinegro na quarta posição, com 61 pontos, e com a classificação para a Taça Libertadores de 2014 encaminhada. A torcida, no entanto, continua além do Brasileirão.
 
É preciso agora que a Ponte Preta não seja campeã da Copa Sul-Americana diante do Lanús, na quarta-feira, na Argentina. Na primeira partida, em São Paulo, houve empate por 1 a 1. Caso a Macaca fique com a taça, leva também o lugar na Libertadores, e o Brasileiro classificará apenas três equipes (Cruzeiro, Grêmio e Atlético-PR). Mesmo com a derrota, o Criciúma se salvou. Terminou com 46 pontos e na 16ª posição, uma acima da zona de rebaixamento, que ficou para Vasco e Fluminense.
 
Lodeiro, Elias e Seedorf construíram a vitória da equipe comandada por Oswaldo de Oliveira, que aproveitou bem o fato de jogar com um homem a mais por quase todo o segundo tempo, após a expulsão de João Vitor. O holandês, que vem sendo alvo de especulações sobre sua permanência no clube na próxima temporada, foi substituído no fim do jogo. Recebeu o carinho dos torcedores, emocionou-se e chegou a chorar abraçado ao treinador alvinegro.
 
A torcida (28.340 pagantes, com renda de R$ 522.105) teve papel decisivo na vitória e passou toda a partida com um olho no campo e outro nos resultados dos rivais. Vibrou com os gols do Santos sobre o Goiás, provocou o Fluminense por causa do rebaixamento e, após o apito final, incentivou os cruz-maltinos - que chegaram a empatar com o Atlético-PR - com a música "o Vasco é o time da virada, o Vasco é o time do amor". Os paranaenses golearam por 5 a 1.
 
 
São Paulo 0 x 1 Coritiba
O Coritiba está garantido na Série A do Campeonato Brasileiro do ano que vem. Na tarde deste domingo, o Coxa venceu o São Paulo por 1 a 0 no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), e, sem depender de qualquer outro resultado, afastou o risco de queda que rondava o clube nas últimas rodadas.
 
Bem que o Tricolor de Paulo Henrique Ganso tentou complicar a situação dos paranaenses. Nos primeiros minutos, os paulistas pressionaram e chegaram até a acertar o travessão de Vaná, mas o Coxa soube controlar a situação. Apostando na experiência de Alex e nas bolas aéreas, o Verdão ficou em situação mais tranquila no fim do primeiro tempo, quando o zagueiro Luccas Claro abriu o marcador.
 
Na segunda etapa, o Coritiba redobrou atenção no meio de campo e contou com a pouca inspiração do São Paulo para controlar a partida. Sob o comando de Alex, que carimbou o travessão de Ceni, os paranaenses evitaram avanços do Tricolor e garantiram permanência na Série A do Brasileirão.
 
O resultado, que rebaixou o Fluminense para a Segundona, levou o Coxa aos 48 pontos, na 14ª colocação. O São Paulo fechou sua participação na competição nacional com 50 pontos, na 9ª posição.
 
 
Portuguesa 0 x 0 Grêmio
A Portuguesa precisava do empate para fugir do rebaixamento. O Grêmio necessitava de um ponto para garantir o vice-campeonato e a vaga direta na fase de grupos da Taça Libertadores da América de 2014. Em jogo com poucas emoções, as duas equipes ficaram no 0 a 0 e se despediram do Campeonato Brasileiro com a sensação de dever cumprido.
 
A Lusa, que ficou no Z-4 por várias rodadas, fechou o nacional na 13ª colocação, com 48 pontos. Já o Grêmio, com 65, só ficou atrás do campeão Cruzeiro. Antes de a bola rolar no Canindé, a torcida da Portuguesa aplaudiu muito o meia Zé Roberto e o goleiro Dida, que tiveram boa passagem pelo rubro-verde no passado.
 
Com o jogo iniciado, o Grêmio foi amplamente superior e só não abriu o marcador porque parou em Lauro, que trabalhou muito bem em pelo menos três ocasiões. Já a Lusa, mesmo contando com Diogo, seu principal atacante, não levou perigo.

No segundo tempo, os comandados de Renato Gaúcho seguiram dominando. Com menos de dez minutos, foram três chances criadas, todas com Zé Roberto. Na melhor delas, ele acertou o travessão em cobrança de falta. A partir dos 20 minutos, o jogo caiu muito de rendimento. Satisfeitos com o resultados, os dois times limitavam-se a tocar a bola no meio-campo. Os torcedores, que compareceram em pouco número, começaram a vaiar, incomodados com a postura de paulistas e gaúchos. Que não mudou até o final.
 
 
Internacional 0 x 0 Ponte Preta
O temor esteve presente durante toda a semana. O risco de queda acompanhava o Inter em todos os passos, desde os treinamentos até minutos antes do jogo contra a Ponte Preta, no Centenário, na tarde deste domingo. E se dependesse da atuação do Inter, o medo se faria presente até o último minuto da partida. Porém, além de contar com a ajuda dos resultados paralelos, Inter fez o mínimo necessário e empatou com o time misto da Ponte Preta, que só tem em mente a final da Sul-Americana diante do Lanús, na próxima quarta.
 
O empate deixou a torcida colorada em fúria, mesmo com o fim da agonia. Ao final do jogo, vaias explodiram nas arquibancadas do estádio em Caxias, na serra gaúcha.
 
Com o resultado, o Inter escapou do vexame da queda para a segunda divisão, mas não evitou a posição ruim na tabela. Termina o campeonato em 15º lugar, bem distante das pretensões iniciais de um time com craques como D?Alessandro e Forlán. A Ponte, que já estava rebaixada, fecha a competição na vice-lanterna e agora terá de lutar de novo na próxima temporada para voltar à elite.
 
 
Goiás 0 x 3 Santos
A festa estava armada, mas foi por água abaixo. Leve e sem responsabilidade na última rodada da Série A, o Santos venceu o Goiás por 3 a 0 no Serra Dourada e exterminou o sonho esmeraldino de disputar a Libertadores de 2014, a segunda de sua história. Com bela atuação de Montillo e Cícero, protagonistas e autores dos gols, o Peixe chega ao fim da temporada em alta, ao contrário do Alviverde, que naufragou na reta final.
 
Mais efetivo em campo desde o início, o Santos encaixou contragolpes fatais e, sem muita dificuldade, construiu um placar elástico em um estádio com 25.238 torcedores.. Apático, o Goiás não esboçou reação na partida e, mesmo com Enderson Moreira no banco, contrariando os prognósticos médicos, sucumbiu e deixou o campo sob coro da arquibancada: 'Vergonha!'
 
Com o resultado, os santistas foram a 57 pontos e terminaram o Brasileirão na sétima colocação. Já o goianos, com três derrotas consecutivas, estacionaram nos 59, caíram para o sexto lugar e ficaram sem G-4 e vaga no torneio continental.
 
 
Atlético-MG 2 x 2 Vitória
Na última partida das duas equipes no Campeonato Brasileiro, Atlético-MG e Vitória empataram em 2 a 2 no Independência. Resultado que pouco importava para o time mineiro, mas que deixou a equipe baiana fora da Libertadores - porém, mesmo se conquistasse os três pontos, o Rubro-Negro não entraria no G-4, já que o Botafogo derrotou o Criciúma.
 
Para a torcida do Galo, porém, o placar valeu muito. Afinal, os dois gols foram marcados por Ronaldinho Gaúcho, que voltou aos campos após dois meses se recuperando de lesão na coxa esquerda.
 
Ao fim da partida, a torcida gritou "Eu acredito", frase que marcou a campanha na Libertadores, demonstrando confiança na conquista do Mundial de Clubes na véspera do embarque da delegaçao para o Marrocos. Uma confiança que aumentou ainda mais depois dos gols do craque R10.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

JBS oferece vagas de emprego em Anastácio

2
Aquidauana

Aquidauana e cidades da região estão em alerta para perigo de chuvas intensas

3
Aquidauana

Agenda Cultural: cinema volta a ser opção de lazer em Aquidauana

4
Agronegócio

Depois de resgatar gado pantaneiro, Marcus Ruiz quer que espécie seja reconhecida

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min23 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,22m
Miranda
1,52m
Paraguai
(-) 31

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"UM HOMEM ESPANHOL"

Dr. Giuliano Máximo

A pandemia e as eleições

Valdemir Gomes

Nasce...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

Sortica e Santos Advogados Associados S/C

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) - 3241-3122 / 3
Informática

Genius Escola de Formação Profissional

Rua Estevão Alves Corrêa, 2011 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4118
Escritórios Contabilidade

Caires Escritório de Contabilidade

Rua Estevão Alves Corrêa, 411 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1210 / Fax
Ver Mais
Fale com a redação