20 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Decreto do presidente Michel Temer estabelece novo plano de fronteiras para o Brasil

18 NOV 2016 - 10h00min
Da Redação - Com informações assessoria
O Decreto nº 8.903, publicado na edição desta quinta-feira (17), do Diário Oficial da União, estabelece novas linhas de atuação das Forças Armadas nos 16.886 quilômetros de fronteiras do Brasil com os 10 países sul-americanos. Assim, o Governo Federal institui o Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), com efeito direto nas operações Ágata, realizada pelo Ministério da Defesa, sob a coordenação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA).
 
?Teremos uma ampla reformulação da Operação Ágata. Ela não obedecerá o modelo até então em prática?, afirmou o ministro da Defesa, Raul Jungmann, esclarecendo que os detalhes serão definidos posteriormente.
 
Na prática, o documento extingue o Decreto nº 7.496, de 2011, que contemplava o Programa Estratégico de Fronteiras (PEF). O decreto é assinado pelo presidente Michel Temer e pelos ministros Raul Jungmann (Defesa), Alexandre de Moraes (Justiça e Cidadania), José Serra (Relações Exteriores), Sergio Etchegoyen (GSI) e Eduardo Guardia (secretário-executivo do Ministério da Fazenda).
 
De acordo com o decreto, o plano tem como diretriz ?a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança pública, dos órgãos de inteligência, da Secretaria da Receita Federal e do EMCFA?. Estes setores atuarão em cooperação e integração com os vizinhos da América do Sul. O decreto cria também o Comitê-Executivo do programa composto por representantes do GSI, da Abin, do EMCFA, da Receita Federal, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Secretaria de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Cidadania e da Secretaria-Geral do Ministério das Relações Exteriores.
 
Crimes transfronteiriços
Além de reformular a Operação Ágata, o ministro da Defesa explicou hoje (17) a importância de manter a cooperação com os países vizinhos no combate as quadrilhas internacionais. Jungmann esclareceu que o Brasil está contratando um satélite israelense que permite identificar alvos de baixa altitude, como placas de carros ou até mesmo pessoas.
 
O ministro defendeu ainda que um tratado de comércio de armas firmado no âmbito do Mercosul seja implementado. ?É também muito importante o acordo no Mercosul, já existente e desconhecido, que permite que você faça a perseguição do criminoso além fronteira. Evidentemente da nossa para os países do Mercosul e da deles para as nossas fronteiras. Isso implementado vai permitir que a barreira deixe de existir. Você está atrás de um criminoso. Aí chega na barreira e para. Ele fica livre do outro lado. É uma das inversões que devem efetivamente acontecer, além do compartilhamento da inteligência, é claro?, disse.

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Setembro21 - 02
 

Veja também

Mais Lidas

1
Entretenimento

Marcos Palmeira e José Loreto chegam para gravação de "Pantanal"

2
Entretenimento

Açaí tem gosto de terra? Pois o tamanduá decidiu tirar a dúvida por conta própria

3
Policial

Fronteira em alerta após ameaças de ataque do PCC

4
Geral

Últimas três vítimas de naufrágio em Corumbá ainda serão veladas

Informe Publicitário

Informe

IVRNET: compromisso pela melhor internet na região

Previsão do Tempo

min22 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Valdemir Gomes

Como...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

André Lopes Béda

Rua Manoel Antonio Paes de Barros, 1469 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3294 / 324
Escritórios Contabilidade

Escritório Modelo

Rua 7 de Setembro, 493 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Óticas

Óptica View - Lentes de Contato

Rua João Leite Ribeiro, 291 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-2923
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo