X

Dormir pouco pode causar obesidade e até disfunção erétil, diz médica

Insônia, ronco, apneia (paradas respiratórias durante a noite) e mania de balançar as pernas são as queixas mais comuns relacionadas ao sono, segundo a médica Helena Rachul de Campos, do Instituto do Sono, em São Paulo. Ela é uma das integrantes do III Congresso Mundial do Sono, que acontece até esta quarta-feira (11).


A médica explica que dormir bem não é uma frescura. Pesquisas indicam que a falta de sono pode causar doenças como obesidade e até disfunção erétil, como indica um estudo realizado recentemente em São Paulo. A apneia do sono também já foi associada a hipertensão e doenças cardiovasculares.


Homens e mulheres


Exames realizados na capital paulista mostram que 26% das mulheres e 9% dos homens sofrem de insônia. Em relação à apneia, 41% têm o problema, contra 26% das mulheres. "Quando chega na menopausa, a prevalência de ronco e apneia aumenta entre as mulheres por causa da perda hormonal", diz a médica.


Veja as dicas da especialista para evitar a insônia, a chamada "higiene do sono":


Se sua dificuldade de dormir está associada a ansiedade e ao estresse, técnicas de relaxamento e psicoterapia são indicadas
Pratique uma atividade física, mas evite fazer exercícios à noite, para evitar a estimulação
Tenha um horário regular para dormir
Evite produtos com cafeína
Tenha um ambiente tranquilo no quarto, sem luz e sem barulho
Vá para a cama só quando estiver com sono
Se você tem insônia, não leia nem assista à TV na cama

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Policial

PRF recupera carreta em Nova Alvorada do Sul

O veículo foi roubado em São Paulo e o motorista mantido e cárcere

Segurança

Força Nacional inicia operações de busca a foragidos em Mossoró

Primeira parte do comboio auxilia a realização de bloqueios de rodovias

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo