21 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Em reunião com Serra, Reinaldo articula viabilização de corredores bioceânicos rodoviário e ferroviário

22 FEV 2017 - 16h49min
Diana Gaúna ? Subcom
Com o objetivo de melhorar a logística e a competitividade de Mato Grosso do Sul na retomada do crescimento, o governador Reinaldo Azambuja deu mais um passo para a concretização dos corredores bioceânicos ferroviário e rodoviário que encurtam a distância entre o Brasil e os mercados internacionais. Na tarde de terça-feira (21), Reinaldo esteve no Itamaraty, onde se reuniu com o Ministro das Relações Exteriores, José Serra, para tratar do assunto.
 
De acordo com o governador, a primeira pauta tratou sobre o corredor ferroviário. No último dia 13 de fevereiro, Reinaldo se reuniu em Corumbá com o Ministro de Obras Públicas, Serviços e Habitação da Bolívia, Milton Claros Hinojosa, que reforçou a pedido de ativação desse modal, haja vista a viabilidade econômica, uma vez que a rota está 80% concluída. O novo caminho para escoar a produção aumenta a competitividade no mercado internacional e liga Santos (SP) a Ilo (Peru).
 
?Mostramos detalhadamente ao ministro que esse corredor já existe, precisa de investimentos e principalmente da interlocução do Itamaraty nesse processo. O ministro José Serra se mostrou sensível ao nosso pedido e imediatamente determinou que fosse marcada uma reunião com os Ministros dos Transportes e do Planejamento, em data a ser confirmada, para que o Governo brasileiro priorize o corredor ferroviário. Essa é a possibilidade concreta de uma integração comercial com o Paraguai, Argentina e Chile, uma vez que para unir Santos a Ilo faltam somente 200 km de ferrovia dentro do território boliviano?, informou o governador.
 
A reunião tratou ainda sobre a importância do Itamaraty enviar uma nota diplomática, como a que foi enviada ao Brasil pela Bolívia, mostrando o interesse estratégico da efetivação da ferrovia para o país. Conforme Reinaldo, Serra ordenou de imediato que a nota fosse providenciada, uma vez que o documento será importante para facilitar as negociações entre os países, por meio dos acordos internacionais e também dar segurança jurídica às empresas que venham fazer parte da negociação.
 
?Outro ponto considerado pela nossa comitiva foi o acordo de concessão, que permitirá que os trens bolivianos entrem livremente no país e vice-versa. Essa medida será articulada em um outro momento, uma vez que se trata de um acordo operacional, que passa pela Agência Nacional de Transportes Terrentes (ANTT). Contudo, saímos satisfeitos, porque o ministro sinalizou positivamente, inclusive ligando pessoalmente ao Ministro dos Transportes para que também nos desse suporte nesse sentido?, relatou Reinaldo.
 
Corredor rodoviário
 
O avanço das negociações contemplou ainda o corredor bioceânico rodoviário que liga Brasil, Paraguai Argentina e Chile. O primeiro passo para a efetivação é a construção da ponte sobre o rio Paraguai em Porto Murtinho. A obra vai possibilitar ao Paraguai abrir uma rodovia que liga Carmelo Peralta, localizado na divisa com o Mato Grosso do Sul, até Marechal Estigarriba, na fronteira com a Argentina. Esse trecho, no Paraguai, totaliza 360 km, que após pavimentado permite a saída para o oceano Pacífico.
 
?Tivemos um grande avanço na questão da ponte. Nos faltava uma assinatura do Ministério da Fazenda, em relação ao acordo binacional Brasil-Paraguai, que recebemos na tarde desta terça-feira (21). Entregamos o documento assinado em mãos, ao ministro José Serra, que tem a competência de encaminhá-lo a Casa Civil da Presidência da República, a quem cabe o envio ao Congresso Nacional para aprovação, uma vez que os tratados internacionais celebrados pelo Brasil preveem autorização prévia do parlamento como pressuposto constitucional para efetivação?, relatou Reinaldo.
 
Assim, a concretização da nova rota percorreu um caminho importante, seguindo do Ministério da Fazenda para o Ministério das Relações Exteriores, com ordem de envio imediato à Casa Civil. ?Agora temos o compromisso da nossa bancada federal de fazer esse monitoramento no Congresso. O senador Moka e o deputado federal Geraldo Resende estiveram na reunião e assumiram essa responsabilidade?, finalizou o governador.
 
A construção da ponte rodoviária internacional já possui acordo de intenções formalizado entre Brasil e Paraguai, um projeto executado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avaliado em U$ 30 milhões e aguarda agora o aval do Congresso Nacional e da Presidência da República para começar a sair do papel. O trecho possui distância rodoviária um pouco maior, mas economiza 11 mil quilômetros através do oceano Pacífico, sem ter que atravessar pelo canal do Panamá.
 
Com a construção da ponte, a partir de Porto Murtinho o corredor cruzará território paraguaio e argentino até alcançar os portos de Antofagasta, Mejillones e Iquique, no Chile. Na costa chilena, o objetivo é facilitar a penetração dos produtos do Centro-Oeste nos mercados asiáticos, importantes compradores em especial do setor agropecuário sul-mato-grossense. Além de escoar a produção, a rota permitirá a importação direta de insumos a preços muito abaixo do mínimo de mercado.
 
Participaram da reunião o ministro da carreira diplomática do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro; os Secretários de Estado de Fazenda, Marcio Monteiro; do Meio Ambiente de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck; senador Waldemir Moka; deputado federal Geraldo Resende; Presidente da Assembleia Legislativa de MS, deputado estadual Junior Mochi.

Central Pax_10
 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Motorista anastaciano é uma das vítimas de grave colisão em MG

2
Miranda

Acidente na BR-262 interrompe fluxo a Miranda

3
Entretenimento

Mesmo de casa cheia com elenco de "Pantanal", Almir Sater faz bate-papo com o prefeito Odilon

4
Policial

Motorista de ônibus escolar é preso por estupro

Informe Publicitário

Informe

J. Jardim traz para você o seu mais novo SUV: o Fiat Pulse

Previsão do Tempo

min22 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Tenho...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Imobiliárias

Imobiliária Barros e Reis

Rua Marechal Mallet, 685 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3062 / 324
Auto Elétrica/Oficinas

Auto elétrica Arruda

Pandia Calogeras, 1461 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1945
Bancos

Banco Bradesco

Rua 7 de Setembro, 770 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1556 www.bradesco.com.br
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo