25 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Embrapa testa opções para aprimorar a agricultura familiar no Pantanal

7 JUL 2016 - 08h11min
Da Redação
Pesquisadores da Embrapa estão testando a adaptação de plantas para formular recomendações de plantio eficientes aos produtores da região do Pantanal. O objetivo da pesquisa é implantar um sistema agroflorestal através da seleção de plantas que mais se adaptem a esse sistema na região.

Foram levadas à região pantaneira, variedades da Embrapa com boas características agronômicas e cultivares biofortificadas, que chegam a ter o dobro dos nutrientes encontrados nas tradicionais.
 
Na área experimental mantida pela unidade nos assentamentos rurais, o sistema foi montado com mudas de mogno, moringa, feijão e mandioca, plantadas em espaçamentos largos para que cresçam sem atrapalhar umas às outras. A unidade também estuda o consórcio de plantas em geral na região. O plantio associado pode otimizar o uso da terra, disponibilizando maiores quantidades de matéria orgânica, água e nutrientes.
 
O feijão, por exemplo, é uma leguminosa que promove a fixação biológica de nitrogênio no solo. Se plantado junto com o milho, ele vai trabalhar ajudando na fertilização. Porém os pesquisadores explicam que é importante planejar a escolha das variedades colocadas no solo, para que elas possam se beneficiar da presença de ambas na mesma
área.
 
Alimentos biofortificados - A Embrapa coordena atualmente testes nos solos pantaneiros com feijões contendo mais ferro e zinco, batata-doce com mais betacaroteno e milho com mais pró-vitamina A. O objetivo é avaliar o desempenho e multiplicar sementes. Essas cultivares, obtidas por meio de melhoramento genético tradicional, são mais nutritivas e doces que as variedades comuns.

Os biofortificados já atingiram 14 estados brasileiros e diversos países. No Pantanal, os biofortificados representam uma opção de consumo e de renda para os agricultores familiares, que podem trabalhar para incluí-los na merenda escolar. 
 
Alternativa - O uso de um sistema de biodigestão anaeróbio que trata o esgoto sanitário da propriedade e ainda produz um efluente que pode ser usado como fertilizante nas plantações, foi implantado em área experimental. A Fossa Séptica Biodigestora é composta por três caixas d'água de mil litros cada, aproximadamente.

Essas caixas são ligadas à saída de esgoto do vaso sanitário da casa, conectadas entre si e vedadas com borracha. A ausência de ar no sistema permite que microrganismos utilizem a matéria orgânica para obter energia, filtrando o material e produzindo, ao fim do processo, o efluente que pode ser usado como biofertilizante.

Central Pax_10
 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Após tempestade na madrugada, chuvas e ventos fortes continuam

2
Aquidauana

Caminhonete capota na BR-262 após atropelar tamanduá

3
Geral

Em Campo Grande, homem é atacado por jacaré no Lago do Amor

4
Turismo

Camisão ganha primeira vinícola de MS e prova que Pantanal também pode ser produtor de vinho

Informe Publicitário

Informe

Comtel é a única empresa de MS em evento internacional

Previsão do Tempo

min22 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nas...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 4

Rua Estevão Laves Correa, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2410
Pesqueiros

Pesqueiro do Ely - Camisão

Distrito de Camisão, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3235-1047/8403-
Escolas de Línguas

Escola Inglês e Espanhol - PBF

Rua 15 de Agosto, 114 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4633
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo