27 de outubro de 2021
Anuncie Aqui

Fiel diz que foi mantida em cárcere por pai de santo; Tamanduá foi usado no ritual

Mulher registrou boletim de ocorrência no Mato Grosso

18 AGO 2015 - 06h00min
redação

Uma moradora de Mato Grosso registrou um boletim de ocorrência contra um pai de santo de Campo Grande. A mulher alega ter sido mantida em cárcere em um centro de candomblé na capital sul-mato-grossense, ter sido ameaçada e ainda, ficado sem diversos pertences usados em rituais da religião.

Campanha Drogaria Aquidauana Institucional - 02

 

A vítima disse à polícia de Mato Grosso que veio a Campo Grande para ?dar uma obrigação de sete anos do candomblé?. Ela conta que, após passar 20 dias no centro [de candomblé], entrou em choque e depressão por saudade do marido e dos cinco filhos. Ela teria fugido do local e ficado vagando pelas ruas, mas reclama que o pai de santo ?nem se comoveu e nem foi procurá-la?. Depois, a mulher afirma ter ligado para familiares, que a buscaram.

 

De acordo com o Site de Notícias Midiamax, o relato confuso continua e consta ainda no registro que, após um mês, ela voltou a ter contato com o pai de santo, por meio de amigos e de uma ligação telefônica. Ele teria falado para ela voltar ao centro para terminar os rituais, que já havia raspado o cabelo, feito a matança e que se ela não retornasse, 'ficaria louca e perderia o marido'.

 

A mulher diz ter resolvido voltar ao centro de candomblé, momento em que teria ficado em cárcere privado. Ela conseguiu fugir novamente, foi para casa, entrou em contato com o pai de santo pedindo para que ele devolvesse os pertences dela, o que foi negado. O registro continua com a mulher narrando que pagou R$ 18 mil antes de os rituais começarem, para custear mão de obra e materiais do ritual.

 

Procurado, o pai de santo admitiu conhecer a autora da denúncia, mas preferiu não se manifestar sobre o caso.

 

Foto polêmica - Junto à denúncia com cópia do Boletim de Ocorrência registrado no Mato Grosso, circula também uma foto do mesmo pai de santo com um tamanduá morto, esfolado sobre uma mesa coberta por uma toalha com motivos afros e à frente de instrumentos de percussão. Mesmo assim, ele afirmou que não se tratava de ritual, mas sim de um animal morto, encontrado na estrada que foi encaminhado para ser taxidermizado.

 

Segundo o presidente da Fecams (Federação dos Cultos Afro-Brasileiros e Ameríndios do Estado de Mato Grosso do Sul) Irbs Santos, as religiões afro-brasileiras não utilizam animais silvestres em rituais, até mesmo, porque é proibido por lei. Segundo ele, se algum caso de utilização de animais silvestres ocorrer, será devido ao despreparo de pessoas, que não respeitam a lei e querem aparecer?, diz.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Atenção ciclistas: tem onça-parda rondando região da MS-450

2
Policial

Após perseguição, polícia prende ladrão de carnes

3
Geral

Novo concurso da Polícia Civil em MS tem salários a partir de R$ 4,5 mil

4
Miranda

Morre ex-prefeito de Miranda Ivan Paz Bossay

Informe Publicitário

Informe

Ao fazer o bem, Rede Atlântico garante doação à Pestalozzi

Previsão do Tempo

min20 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min20 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Na...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Estaduais

Escola Estadual Felipe Orro

Rua Carlos pereira Bandeira, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1206
Advocacia

Sortica & Santos Associados / Ary Sortica dos Santos Junior

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3122/3241-
Auto Posto

Posto Mercúrio

Marechal Mallet, 957 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2770
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo