27 de setembro de 2021
Anuncie Aqui

Governo de MS diz ter doses suficientes contra febre amarela

19 JAN 2009 - 14h12min
ms notícias

No dia 13 deste mês, foi confirmada a segunda morte por febre amarela ocorrida no Rio Grande do Sul. A primeira morte havia ocorrido em dezembro de 2008, no mesmo estado. Nos dois casos, as vítimas contraíram o vírus em regiões rurais de risco, e não haviam tomado a vacina. De acordo com o diretor de Vigilância em SES (Saúde da Secretaria de Estado de Saúde), Eugênio Barros, os casos não configuram alerta para Mato Grosso do Sul.

Oral Sin - Independência - Setembro_21 - 02

"Apesar do Estado estar inserido em região endêmica da doença, a população é frequentemente vacinada e os serviços de saúde possuem estrutura e qualidade para atender a sociedade", explica Eugênio.


Em 2008, o Estado recebeu 3 milhões de doses contra a febre amarela, quantidade suficiente para imunizar o triplo da população sul-mato-grossense. No ano passado, foram registrados oito casos de febre amarela em Mato Grosso do Sul, com duas mortes.


Em uma delas, a vítima era paraguaia e trabalhava em área rural de Aral Moreira. No segundo caso, a pessoa vinha de fora do Estado para Maracaju, e também não havia sido imunizada.


"É importante salientar que as pessoas precisam estar com a vacina em dia. Para quem vai para regiões de mata, como acampamentos e pescarias, devem tomar a vacina como prevenção. Outro fator importante é que a febre amarela não se desenvolve na cidade, sendo que todos os casos noticiados são de febre amarela silvestre", alerta o diretor de vigilância.


Também em 2008, vários casos foram confirmados em Goiás, o que pode ser considerado como epidemia. Na maior parte das ocorrências, as pessoas tiveram contato com macacos, que hospedavam o vírus da febre amarela.


A febre amarela silvestre é transmitida pelas fêmeas dos mosquitos heamagogus e sabethes, que vivem somente dentro das matas, aos macacos, considerados hospedeiros naturais do vírus. Os insetos fazem o vírus circular entre os macacos.


Uma dúvida frequente é sobre os sintomas da doença, que se confundem com os da dengue hemorrágica, por conta de ser o mesmo vetor (o mosquito Aedes Aegypti) o responsável pela febre amarela urbana, que não tem casos noticiados no Brasil desde 1942.


Acometida por febre amarela, a pessoa pode sentir febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, amarelamento da pele e olhos e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).


Atualmente, a SES dispõe de 800 mil doses para aplicação imediata. Todos os centros de saúde do Estado estão habilitados a ministrar doses contra a febre amarela. A vacina tem validade de 10 anos, e pode ser aplicada a partir dos 9 meses de idade. Para quem for viajar, a dose deve ser ministrada 10 dias antes da viagem.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Entretenimento

Mais lida da semana: pescador flagra sucuri gigante no Rio Aquidauana

2
Policial

Após denúncia, policiais encontram crianças se alimentando de fezes e vômito de cachorro

3
Geral

Semana começa com previsão de chuvas e trovoadas

4
Policial

Policiais civis encontram automóvel roubado escondido em aldeia

Informe Publicitário

Informe

Restaurante Pira passa por reforma e já volta no dia 1º

Previsão do Tempo

min23 max36

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min23 max36

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Aos...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AI de ti, AQUIDAUANA!

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

Detran

Rua Jose Alves Ribeiro, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1187/2210
Escolas Estaduais

Escola Estadual Dóris Mendes Trindade

M.Guerreiro, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1087
Médicos

Vitor Maksoud - Clinico Geral

Rua 7 de Setembro, 499 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2422
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo