X

Maioria das pessoas acredita que o estresse provoca a calvície

Levantamento foi realizado no último mês de novembro

Cerca de 75% dos americanos acreditam, erroneamente, que o estresse é a principal causa da perda de cabelo, segundo estudo recente da instituição de pesquisas Wakefield Research. De acordo com os pesquisadores, a maioria das pessoas atribui a calvície a diversas causas, como estresse, uso excessivo de chapéu ou a mudança radical do estilo do cabelo, mas mais de 90% da perda de cabelo seria determinada pela genética - ou hereditariedade.

“O que as pessoas nem sempre sabem é que a perda de cabelo hereditária conta por 95% de toda a perda de cabelo, e pode afetar homens no final da adolescência e no início dos 20 anos”, destacou, em nota, o cirurgião Robert Leonard, da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração do Cabelo. E as mulheres não estariam imunes a essa condição, segundo o especialista. “Aos 40 anos, aproximadamente 40% das mulheres irão experimentar algum grau de afinamento do cabelo”, completou.

Realizado no último mês de novembro com mais de mil adultos americanos, o levantamento mostrou, ainda, que não é dos carecas que elas gostam mais: 40% das mulheres casadas preferiam que seus maridos estivessem acima do peso do que fossem carecas; e 57% das pesquisadas disseram não se sentirem fisicamente atraídas por homens carecas ou com cabelo mais fino.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Policial

PRF lança operação nacional para reforçar segurança nas rodovias

Diretor do órgão quer autorização para contratar aprovados em concurso

Saúde

Casos de dengue em gestantes aumentam 345% em 2024

Aumento representa um quadro preocupante de saúde pública

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo