15 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->

Mais 995 casos de rubéola são registrados em 40 dias

20 NOV 2007 - 14h50min
uol

O surto de rubéola continua a crescer no país. No último boletim de monitoramento de casos da doença, foram confirmados 5.173 infecções, 995 casos a mais do que havia sido contabilizado até o mês de setembro. "A doença se alastra num ritmo mais rápido do que as vacinações de bloqueio", admitiu a coordenadora-geral do Programa Nacional de Imunização, Marilac Meireles. Vacinas de bloqueio são aplicadas em grupos que tiveram contato com pessoas infectadas.


O aumento de casos vem acompanhado de um grave problema: o maior risco de mulheres gestantes serem infectadas, transmitir a doença para o feto, o que pode levar à morte do bebê ou seu nascimento com deficiências visuais e auditivas, a chamada síndrome da rubéola congênita.


Somente no Rio, 2% dos casos registrados no Estado foram entre gestantes. Marilac garante que essas mulheres estão recebendo acompanhamento. O País havia se comprometido a erradicar a síndrome e, até 2010, acabar com a transmissão de rubéola. Para a coordenadora, no entanto, o aumento do número de casos neste ano não compromete a meta.


Para tentar erradicar a doença, o Ministério da Saúde prepara uma campanha de vacinação de homens entre 20 e 39 anos, que será realizada durante seis semanas, a partir de agosto. Nas primeiras quatro semanas, a população deve procurar os postos de saúde. Nas duas semanas restantes, porém, o trabalho será diferenciado.


Agentes deverão ir a escolas, empresas e indústrias onde haja maior concentração de homens na faixa etária alvo da campanha. A meta é vacinar 100% da população entre 20 e 39 anos. Um objetivo que, para alguns técnicos, dificilmente será atingido. Há dois complicadores: as vacinas são injetáveis e homens tradicionalmente têm menos disposição para aderir a esse tipo de iniciativa.


Nos Estados do Rio, Mato Grosso e Minas Gerais serão vacinados também adolescentes entre 12 e 19 anos, mas com a tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba.


A coordenadora atribui o surto no país à combinação de dois fatores: há uma parcela significativa de jovens que não foi imunizada contra a rubéola, porque a vacina não fazia parte do calendário nacional. "E, desta vez, a doença atingiu grandes centros urbanos, o que amplia o risco de contaminação." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Desaparecido desde domingo, homem é encontrado morto em MS

2
Aquidauana

Amigos e familiares mobilizam doação de sangue para professora Laura

3
Geral

Pela 2ª vez em menos de uma semana, "balão satélite" cai em fazenda de MS

4
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

Vídeos

Tata Werneck responde fã que comparou Aquidauana a ''Aquidauanus'' no instagram

Marca P Remates realiza 1° leilão de corte de 2021

PRF apreende 1,2 tonelada de maconha em Sidrolândia

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max30

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min23 max30

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,08m
Miranda
2,89m
Paraguai
0,44cm

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: NÃO HÁ LUGAR PARA TODOS NO PÓ...

Valdemir Gomes

No...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

CARACTERIZAÇÕES FEMININAS ANTES DA PANDEMIA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

Gustavo Pellicioni

Rua Manoel Antônio Paes de Barros, 415 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4900 / 324
Associações e Sindicatos

AABB - Associação Atlética Banco do Brasil

Rua João Dias Feitosa, 1661 Bairro da Serraria - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3051/99911
Prestação de Serviços

J Pneus e Escapamentos

Rua Manoel Antônio Paes de Barros, 987 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3726 / Fax
Ver Mais
Fale com a redação