21 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->

MS deve ultrapassar a meta de vacinar 80% dos idosos

22 ABR 2008 - 09h02min
noticias ms

A mobilização em todo o território nacional para a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso terá início no dia 26 de abril e se estenderá até 9 de maio. Contudo, o Ministério da Saúde estabeleceu a data de 26 de abril como o Dia Nacional de Vacinação do Idoso 2008, o "Dia D".

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Junho21 - 02

Diferente dos anos anteriores, em 2008, a meta do ministério é alcançar, no mínimo, 80% da população idosa, o que corresponde a aproximadamente 14,5 milhões de idosos na faixa etária de 60 anos ou mais de idade no País.


Em 2007 - quando a meta nacional ainda era atingir 70% da população alvo da campanha -, Mato Grosso do Sul ultrapassou os resultados e vacinou 147.779, ou seja, 84,69% do total de idosos residentes no Estado.


Para o Estado alcançar este ano os 80%, será necessário vacinar, no mínimo, 139.602 idosos. A expectativa é de que não haja nenhum imprevisto e novamente Mato Grosso do Sul consiga superar essa meta.


Durante a campanha, a vacina contra o vírus influenza - causador da gripe -, será disponibilizada nas unidades básicas de saúde, unidades de Saúde da Família e postos volantes a fim de alcançar populações em locais de difícil acesso, com limitações físicas ou que residem em casas geriátricas e asilos nos 78 municípios. Os idosos não devem esquecer de levar a carteira de vacinação.


No "Dia D" a vacina será disponibilizada em postos fixos e volantes e em locais de grande concentração populacional. Para Mato Grosso do Sul foram distribuídas, neste ano, 260 mil doses de vacinas. Nas zonas rural e indígena e nas áreas de difícil acesso, as ações de vacinação começaram semana passada. Na área urbana, as ações têm início nesta terça-feira (22).


Além da vacina contra a gripe, serão aplicadas, de forma seletiva, as vacinas: dupla adulto, contra tétano e difteria (indicada para iniciar ou complementar o esquema vacinal) e a vacina contra o pneumococo (para pessoas acima de 60 anos que estão em asilos, casas geriátricas ou hospitalizadas, principalmente os pneumopatas, cardiopatas, diabéticos e outros, que não tenham tomado a vacina há menos de cinco anos).


         Campanha 


Em sua décima edição, a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso traz o slogan "Não deixe a gripe derrubar você. Vacine-se". Os objetivos da vacinação são reduzir os casos de gripe, as complicações decorrentes dessa doença e os óbitos entre os idosos.


Para garantir a vacinação da população idosa do Brasil, o governo federal investiu R$ 150 milhões na realização dessa campanha, dos quais R$ 127 milhões foram aplicados na aquisição dos imunobiológicos, R$ 17 milhões transferidos para Estados e municípios e R$ 5 milhões para apoiar a operacionalização da ação.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que em duas décadas o Brasil será o 6º País do mundo em população de idosos. Semelhante ao que acontece nas demais nações do mundo, o País está passando por um processo de envelhecimento rápido e intenso.



Vacina


A vacina contra a gripe é produzida com base nas três cepas (subtipo de vírus) de maior circulação no Hemisfério Sul. Essa combinação eleva a capacidade de proteção. A vacina leva duas semanas para produzir efeito e deve ser tomada todos os anos. Os vírus presentes estão mortos e não podem se reproduzir e provocar a doença. Isto significa que a vacina não causa gripe.


Só não podem ser vacinados aqueles que têm um quadro raríssimo de alergia comprovada à proteína do ovo, uma vez que a dose é produzida em embriões de galinha.


Doença


A gripe é considerada uma das doenças infecciosas que mais preocupam as autoridades sanitárias no Brasil e no mundo. Especialistas acreditam que uma nova pandemia poderá acontecer nos próximos anos, provocando milhões de casos da doença. A característica mutável do vírus influenza, causador da gripe, reforça esta hipótese.


A forma e a gravidade da gripe variam muito. Seus principais sintomas são febre, calafrios e mal estar generalizado, freqüentes nos primeiros dias. A rinite e a faringite também podem ocorrer. Quando os sintomas iniciais diminuem, aparecem problemas respiratórios, como dor de garganta, tosse seca, coriza e congestão nasal.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Relojeiro do Mercadão, Wilson morre em Aquidauana por complicações da covid-19

2
Aquidauana

Letalidade da covid em Aquidauana e Anastácio é maior que média estadual

3
Geral

Mega-Sena: um apostador ganha o prêmio de R$ 7 milhões

4
Policial

Motorista perde controle da direção e carro capota na BR-060

Informe Publicitário

Informe

View Energy garante economia de até 95% na sua conta de luz!

Previsão do Tempo

min14 max29

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min14 max29

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,20m
Miranda
3,39m
Paraguai
1,56m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Adeus...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: OS MEUS, OS SEUS E OS NOSSOS

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

PARTE XIX:AUTOESTIMA FEMININA: FORTIFICÁ-LA!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

POSTO JC

Estevão Alves Correa, 901 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3426
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 7

Rua Estevão Laves Correa, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3422
Médicos

Jose de Arruda Fialho - Pediatra

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo