08 de março de 2021
Anuncie Aqui
-->

OMS faz apelo para o combate ao uso de drogas indiscriminadas na produção de alimentos

10 AGO 2007 - 11h45min
boa saúde

Em um pronunciamento realizado em Genova, Itália, em 19 de julho deste ano, representantes da Food and Agriculture Organization (FAO) e da Organização Mundial de Saúde (OMS), exigiram que medidas de segurança se tornem mais efetivas, em relação à vigilância e controle da qualidade dos alimentos.


O apelo, que é de conhecimento dos cientistas há longa data, resulta da avaliação da composição química de vários alimentos, que apresentam substâncias nocivas ao organismo, como a presença de melanina em rações de peixes e outros animais e o uso indiscriminado de drogas veterinárias, como os antibióticos, na piscicultura. De acordo com especialistas, o consumo desses compostos por seres humanos pode trazer conseqüências desastrosas para a saúde.


Nos últimos 12 meses, um grande contingente de novos problemas, com relação à segurança alimentar, foram investigados pela FAO e OMS. Mais de 200 casos foram notificados a cada mês, fato de grave impacto na saúde pública.


De acordo com Dr. Ezzeddine Boutrif, Diretor da Divisão de Proteção à Nutrição e Consumo da FAO, o consumidor deve ter o direito de ser informado sobre os potenciais riscos agregados aos alimentos e se proteger dos mesmos.


Segundo os representantes, em muitos países em desenvolvimento a legislação, quanto à vigilância alimentar, encontra-se defasada e muito aquém dos requerimentos internacionais. Mas o problema não se restringe apenas a esse grupo; países ditos como desenvolvidos encontram-se em situação semelhante, não cobrindo, por exemplo, a produção primária dos alimentos. A falta de uma política adequada de controle alimentar permite que inúmeros alimentos sejam contaminados por compostos químicos extremamente tóxicos, utilizados na agricultura, como pesticidas e drogas veterinárias, e substâncias usadas como aditivos - potenciais agentes causadores de danos à saúde.


A OMS e a FAO exigem que haja o desenvolvimento de estratégias de segurança efetivas em todos os países, em relação aos alimentos, em especial com relação à inspeção dos alimentos, análises laboratoriais e certificação de qualidade. Essas entidades prestarão auxílio aos governos, em termos de aconselhamento técnico-científico, assim como modelos de referência para serem implantados. Espera-se que com essas medidas a instauração de uma melhor proteção ao consumidor seja realmente estabelecida.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Estado tem mais 542 casos e 13 mortes por Covid-19

2
Geral

Prefeitura de Miranda proíbe aniversários e demais eventos que causam aglomeração

3
Aquidauana

#SemanaDaMulher: Suely defende salários melhores e garantia da vida sem violência às mulheres

4
Geral

Após Estado divulgar falta de leitos, Campo Grande abre mais 7 UTI's para Covid-19

Vídeos

Acidente entre caminhão bitrem e moto deixa feridos em Anastácio

Acidente de trânsito em Anastácio deixa motociclista em estado grave

PF cumpriu mandados em Anastácio em investigação sobre desvio de verbas

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,89m
Miranda
5,34m
Paraguai
1,51m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Neste...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

E Agora

Manoel Afonso

Amplavisão 1450 – A estranha vontade dos políticos ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Associações e Sindicatos

Delegacia Sindical dos Artesões de Aquidauana Associação

Praça dos Estudantes, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 9601-2585
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Sorveteria Delícia

R. Manoel Antônio Paes de Barros, 656 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Escolas Estaduais

Escola Estadual Antonio Correa

Rua Teodoro Rondon, 765 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1985
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo