X

Problemas de memória pode estar relacionado com falta de paciência dos pais

Todos sabem que determinadas situações nos deixam frustrados ou com raiva, e muitas vezes fazemos, na sequência, coisas sem pensar. Esse reação negativa acontece quando não conseguimos controlar nossas emoções. Mas a maioria das pessosa consegue regular e controlar seus humores e emoções, e consequentemente suas atitudes. A memória de curto prazo, ou memória de trabalho, é crucial nesse processo de controle das emoções: ela permite que consideremos uma série de informações rapidamente quando decidimos reagir automaticamente, sem pensar, a alguma situação imediata.


Para os pais, é particularmente importante manter a cabeça fria quando se está na presença de crianças fazendo bagunça. Isso pode ser um desafio a parte, e algumas vezes os pais não conseguem se controlar, reagindo negativamente quando seus filhos fazem alguma confusão. Entretanto, a reação negativa crônica é um dos maiores fatores que contribuem para o abuso físico de crianças e pode reforçar comportamentos aversivos nelas.


Para evitar respostas negativas ao mal comportamento, os pais devem ser hábeis em regular suas emoções e pensamentos negativos. Um estudo de Kirby Deater-Deckard e Michael Sewell da Universidade Estadual de Ohio pesquisaram a ligação entre memória de curto prazo e reação negativa crônica.


Treinar a memória pode aumentar a paciência com os filhos


Para o estudo os pesquisadores acompanharam mães, que foram gravadas interagindo com os filhos enquanto eles participavam de duas atividades bastante frustrantes: desenhar usando uma lousa-mágica e tentar mover uma bolinha sobre um labirinto (dois brinquedos bastante populares e extremamente irritantes). Além disso, as mães também completavam uma série de testes que mediam as habilidades cognitivas, incluindo a memória de curto prazo.


Os resultados, publicados no periódico Psychological Science, mostraram que as mães com piores índices de memórias de curto prazo também eram aquelas menos pacientes com seus filhos, quando esses desafiavam sua autoridade.


"As mães com reações negativas constantes são aquelas que têm uma menor habilidade em controlar suas emoções e comportamentos durante a interação com os filhos e é preciso um esforço dos profissionais que as acompanham para que incorporem estratégias que possam melhorar suas funções de memória de curto prazo", concluem os pesquisadores, indicando que a intervenção e a educação para esse tipo de atividade também melhore para um bem estar familiar dentro de casa, especialmente em relação às crianças. / com informações da Association for Psychological Science.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Governo cria comissão para impulsionar materiais didático para alunos indígenas

Portaria que institui a iniciativa foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União

Economia

Pagamento do Bolsa Família e Auxílio Gás de abril tem início nesta quarta-feira

Os beneficiários com final de NIS 1 são os primeiros a receber

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo