31 de julho de 2021
Anuncie Aqui
Pantanal

Queimadas castigam Pantanal e focos de calor quase dobram no mês de julho

No Pantanal de Corumbá e Ladário, o fogo consome a vegetação de nove pontos

23 JUL 2020 - 18h00min
Governo de MS

As queimadas e o período de estiagem continuam castigando o Pantanal de Mato Grosso do Sul. Só neste mês foram mapeados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) 972 focos de calor ativos no bioma. Os números revelam a situação até esta quarta-feira (22).

O mês nem acabou e a quantidade de focos de calor na região já é 96% superior a registrada em todo o mês de julho do ano passado: 494. A situação preocupa o Corpo de Bombeiros Militar, que organiza apoio logístico das Forças Armadas para combater os incêndios florestais.

No Pantanal de Corumbá e Ladário, o fogo consome a vegetação de nove pontos considerados críticos: Porto da Manga, Rabicho, Codrasa, norte da Codrasa, Itajiloma/Baía do Tuiuiú, acima do rio no Itajiloma, Maracangalha, Fazenda Califórnia e Escola Jatobazinho.

Sobrevoos nas regiões são feitos com apoio da Marinha do Brasil para verificar o comportamento do fogo e montar estratégias de combate. Por terra, 14 militares apagam as chamas. Eles chegam aos incêndios depois de subirem o rio de barco, em uma viagem que dura mais de uma hora.

O comando dos Bombeiros reforçou o trabalho na região. Além do efetivo de Corumbá, equipes de Aquidauana e Jardim atuam no combate às chamas com brigadistas do Prevfogo. A atuação dos militares acontece nas áreas rural e urbana, que está em alerta por causa do tempo seco.

Trabalho árduo

Em todo o Pantanal, o combate a incêndios florestais é considerado árduo pelos bombeiros por causa de diversas condicionantes. “São locais de difícil acesso que dificultam a mobilidade do efetivo”, explica o comandante da Corporação em MS, coronel Joilson Alves do Amaral.

A grande quantidade de biomassa funciona como combustível para as chamas. As altas temperaturas e o baixo nível do Rio Paraguai são outros fatores que influenciam na proliferação dos incêndios florestais no Pantanal, já que áreas alagadas agora estão secas.

“Esse ano o período de estiagem está mais severo do que no ano passado, quando contamos com apoio dos bombeiros do Mato Grosso, Distrito Federal e São Paulo no combate aos incêndios. O próprio Exército e a Polícia Rodoviária Federal enviaram ajuda”, diz o comandante. 

Em 2020, as Forças Armadas devem ser as únicas a prestar apoio logístico ao Mato Grosso do Sul em relação aos incêndios no Pantanal. Isso porque a estiagem também castiga os estados vizinhos que costumam enviar ajuda, fazendo aumentar o número de incêndios.

Ação humana

Segundo os militares do Corpo de Bombeiros, 99% dos incêndios florestais são provocados pela ação humana. No Pantanal, eles acontecem por negligência ou de forma criminosa, avalia o tenente-coronel Fernando Carminatti, relações públicas da Corporação.

Queimas de lavouras para renovação de pasto não permitidas podem sair do controle e gerar incêndios. Já o fogo provocado por pescadores e ribeirinhos, em fogueiras para espantar mosquitos, por exemplo, podem não ser apagados e provocar incêndios grandiosos.

Por isso, os militares pedem consciência da população em relação às queimadas. Como a previsão do tempo para o Pantanal para as próximas semanas é de elevadas temperaturas e umidade relativa do ar com índices abaixo de 30%, a situação tende a se agravar mais na região.

 

Mais Lidas

1
Anastácio

Policiais de Anastácio prendem traficantes em três pontos da cidade

2
Geral

Ainda descamisado, seu Zé é "blindado" até no frio de 6ºC

3
Anastácio

Jovem é preso com 12 pacotes de maconha em Anastácio

4
Informe Publicitário

Itajú Eco Hotel reabre as portas em agosto como o seu mais novo point turístico sul-mato-grossense

Informe Publicitário

Informe

De barraca a supermercado, poema conta história da Rede Atlântico

Previsão do Tempo

min11 max28

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min11 max28

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,88m
Miranda
1,70m
Paraguai
1,00m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Mais...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Advocacia

Sortica e Santos Advogados Associados S/C

Rua Augusto Mascarenhas, 506 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) - 3241-3122 / 3
Jornal

O Pantaneiro

XV de Agosto, 339 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4444 (67) 99856-0000 www.opantaneiro.com.br
Médicos

Flávio Pereira - Ginecologista

Rua 7 de Setembro, 1193 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241- 3665
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo