02 de agosto de 2021
Anuncie Aqui

Uma nova técnica pode aliviar a vida de milhões

24 JUL 2007 - 08h02min
revista época

A cada inverno, a baixa umidade do ar, a poluição atmosférica e as variações de temperatura levam uma legião de sofredores aos hospitais. O nariz inchado e vermelho denuncia uma das queixas mais comuns: sinusite. Ela é causada por bactérias, vírus, inflamação alérgica ou por poluentes. A mucosa da região nasal aumenta de volume e obstrui a comunicação entre os canais do nariz. O canal interrompido favorece a proliferação de germes e fungos na região.

Campanha Supermercado Atlântico_Segunda 02

Quando os sintomas duram mais de três meses, a doença pode se tornar crônica. Surgem congestão nasal, secreção com pus, redução do olfato, dor e sensação de peso no rosto. A maioria dos casos pode ser tratada com remédios - em geral, antibióticos e antiinflamatórios. Algumas pessoas, no entanto, só encontram alívio depois de uma operação para extrair o excesso de tecido da área nasal. A cirurgia-padrão é considerada agressiva. Chega a durar quatro horas e custa R$ 5 mil. Raramente ocorrem complicações, mas elas podem ser graves, como hemorragia ou até cegueira.


Uma nova técnica, chamada de sinuplastia, promete ser menos agressiva que a cirurgia convencional e mais eficaz que os remédios. Desenvolvida por pesquisadores da Universidade Stanford, ela foi inspirada na técnica usada para desobstruir artérias (angioplastia).


Por meio de um cateter (veja a ilustração abaixo), o cirurgião insere um balão flexível até a entrada do seio da face, a região próxima ao nariz. Ao ser expandido, ele restaura a drenagem adequada. Sem cortes ou sangramento, a aplicação em cada seio nasal leva cerca de dez minutos. Os pacientes voltam para casa no mesmo dia. Outra vantagem é o preço: US$ 1.200, menos da metade da cirurgia convencional.


Especialistas americanos consideram que esse é o maior avanço na área dos últimos 15 anos. "Há menos trauma para o tecido e menos cicatrizes", diz o médico Christopher Garvey, da Clínica Mayo, na Flórida. A sinuplastia não será indicada para todos os pacientes. "O método é racional e inteligente. Mas é uma alternativa para casos específicos", diz Otávio Piltcher, do Hospital das Clínicas de Porto Alegre. Quem tem graves obstruções e desvio no nariz não deve se beneficiar da técnica.


Apesar do otimismo, a sinuplastia ainda precisa mostrar resultados consistentes em estudos de longo prazo. "Precisamos esperar mais cinco anos para comprovar os benefícios", diz o pesquisador Gustavo Pifaia, da Universidade Federal de São Paulo. Nos Estados Unidos, a satisfação dos pacientes é de 90% um ano após o tratamento. No Brasil, não há notícia de paciente que tenha experimentado a sinuplastia. Considerando a rapidez com que as informações médicas são difundidas, não deve demorar muito para a novidade chegar ao país.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Operação Arrastão realiza prisões e apreensão de arma neste sábado

2
Geral

Aos 60 anos, morre dona Maria do Jacaré

3
Aquidauana

Carro é abandonado após cair em barranco na entrada de Aquidauana

4
Miranda

Polícia Federal prende homem com 7 kg de droga em Miranda

Informe Publicitário

Informe

De barraca a supermercado, poema conta história da Rede Atlântico

Previsão do Tempo

min15 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min15 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,88m
Miranda
1,70m
Paraguai
1,00m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quando...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Elétrica/Oficinas

Auto elétrica Centro Aquidauana

Assis Ribeiro, 506 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5932
Médicos

Auracélia da Silva Marques Barbero

Rua 07 de Setembro, 1193 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665 / 998
Óticas

Óptica View - Lentes de Contato

Rua João Leite Ribeiro, 291 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245-2923
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo