13 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->

Usar preservativo previne o câncer de útero

6 MAI 2008 - 08h24min
folha on line

Mulheres que iniciaram a atividade sexual ou engravidaram antes dos 18 anos, possuem muitos parceiros sexuais, fumam e bebem com grande freqüência e ainda têm má alimentação correm sérios riscos de desenvolver câncer de colo de útero.

Campanha Drogaria Aquidauana Institucional - 12

A doença é causada pelo HPV (vírus papiloma humano), que está presente em mais de 90% dos casos. A maioria das pessoas pode ter o HPV e não desenvolver a doença, que decorre de uma infecção das células cancerígenas.


"O importante é controlar a infecção. A maior parte das pessoas pode ter o vírus e não desenvolver. Contudo, se a infecção persiste, é porque o sistema imunológico está baixo e a pessoa corre o risco de ter a doença", diz a ginecologista Maricy Tacla, professora do Hospital das Clínicas de São Paulo e especialista em câncer de colo de útero.


"A maioria da população sexualmente ativa (cerca de 75%) entra em contato com o HPV durante a vida e elimina espontaneamente o vírus do organismo sem mesmo desenvolver qualquer doença.


Outros terão uma infecção transitória com duração média de 12 a 18 meses e menos de 1% corre o risco de ter câncer de colo de útero", afirma Cíntia Parellada, doutorada em ginecologia pela USP (Universidade de São Paulo) e médica do Centro de Prevenção ao Câncer da capital.


Embora o câncer uterino seja considerado o segundo tipo de câncer mais comum entre mulheres no mundo, nos países onde há programas de prevenção ele cai para o sétimo lugar. Os dados demonstram a importância da prevenção e da detecção precoce da doença.


Segundo Maricy Tacla, a prevenção ocorre no Brasil principalmente com a aplicação de vacina e o uso de preservativos. Há duas vacinas liberadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas somente uma delas é usada no Brasil, a Gadasil, que é quadrivalente (contra quatro tipos de vírus HPV) e que pode ser aplicada em mulheres dos 9 aos 26 anos.


Existem mais de cem tipos de HPV, e a vacina protege apenas contra quatro --dois deles são os principais responsáveis pelo câncer de útero. No país, a dose custa até R$ 495. Para realizar a imunização completa, são necessárias três doses (R$ 1.485).


"Não existe um remédio contra a infecção. O melhor é prevenir e detectar precocemente a doença. Quando a mulher desenvolve a infecção, aí o tratamento passa a ser não especificamente contra o vírus, mas contra a lesão que ele promove, pois pode avançar e até mesmo provocar a perda do útero ", diz a especialista Maricy Tacla.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Casal "ungido", Humberto passou de quase missionário a esposo quando coração bateu forte por Erika

2
Geral

Novas medidas para conter aglomerações e o avanço da covid já estão valendo em Aquidauana

3
Aquidauana

Lutando contra câncer cerebral, menino faz rifa na expectativa de vencer batalha nada fácil

4
Geral

Caminhão carregado com mandioca tomba na Estrada Parque de Piraputanga

Informe Publicitário

Informe

Selenita Semijoias tem o presente perfeito e sorteio de Dia dos Namorados

Previsão do Tempo

min14 max28

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min14 max28

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,05m
Miranda
1,88m
Paraguai
1,49m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Todo...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AUTOESTIMA FEMININA: FORTIFICÁ-LA!

Rosildo Barcellos

A Retomada de Corumbá

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Estaduais

Escola Estadual Marechal Deodoro da Fonseca

, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4012
Auto Escolas

Auto Escola Ativa

Rua Theodoro Rondon, 595 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8282
Telefones Úteis

Procon- Casa da Cidadania

Praça Afonso Pena, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5650
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo