X
Educação

Vídeo produzido em Águas do Miranda representa o Centro-Oeste na 7ª edição do Concurso Lei Maria da Penha

Escola Municipal Rural do Distrito Águas do Miranda teve o projeto escolhido

Reprodução/YouTube

Um vídeo com título "Denuncie", produzido em Águas do Miranda, representará o Centro-Oeste na 7ª edição do Concurso Lei Maria da Penha. O projeto, coordenado pela professora Jaqueline Aparecida dos Santos, de 35 anos, e executado por alunos da Escola Municipal Rural do Distrito Águas do Miranda poderá ser o vencedor do concurso, cuja premiação acontecerá em Brasília/DF, no dia 10 de março.

Em conversa com a professora, a equipe de reportagem do jornal "O Pantaneiro" recebeu informações sobre como tudo começou. "No ano de 2019, organizei o projeto "Família na Escola". Pensei em temas para abordar e, dentre os três, achei que seria muito importante trabalhar o Feminicídio, pois o mesmo vem crescendo muito em nosso país. Alunos do nosso Ensino Médio criaram diversas formas de fazer com que a mensagem alcançasse a todos, incluindo o vídeo", disse.

Ela foi modesta ao falar sobre sua importância para o vídeo."Fui apenas a mediadora, levando o tema para a sala. Busquei, pesquisei e, inclusive, tivemos depoimentos de casos reais, de familiares e mães que sofrem até hoje com a perda de uma ente querida vítima do Feminicídio. Meus alunos são alunos sensacionais e tudo que escolhem fazer, se dedicam, e o resultado é esse vídeo, trabalho feito com seriedade!", explicou.

Perguntamos, também, como a educadora se sente com um trabalho tão bonito já finalizado. "Sinto-me orgulhosa, é muito bom saber que ainda vale a pena ser professora, ver seus alunos brilharem é a maior satisfação que um educador pode ter... Foi a primeira vez que participamos, conversei com muita gente e fiquei sabendo do concurso, corri atrás para editar o vídeo, encaminhei para a seleção... Somos, agora, os representantes do Centro-Oeste do Brasil", falou.

Atores que sáo alunos

Participaram do projeto os alunos Lucas Henrique, Amanda Lima, Mariely Brandão, Alícia Clara e Thaylliene Cardoso. Em depoimentos sobre a participação no "Denuncie", todos ressaltaram a importância do combate ao feminicídio e, também, sobre a necessidade da conversa e da denúncia.

A professora Jaqueline Aparecida, para encerrar, citou a importância dessa divulgação. "Os participantes foram merecedores. Me sinto muito feliz ao divulgar os trabalhos dos alunos, principalmente em um trabalho tão grandioso quanto este", encerrou.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Saúde lança nova campanha de vacinação contra covid-19

Proposta é imunizar pelo menos 70 milhões de pessoas

Polícia

Dupla invade casa e mata homem com sete tiros em Três Lagoas

Socorro foi acionado, mas a vítima não resistiu

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo