X
Policial

Aquidauana: 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental sob novo comando

Desde o dia 11 de dezembro de 2009, o 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental de Aquidauana está sob novo comando. Na oportunidade, quem assumiu o comando do Pelotão foi o Capitão QOPM Daniel Elias dos Santos. O novo comandante veio transferido do 11° Batalhão de Polícia Militar de Jardim, cidade em que ele onde comandava a ROTAI.


Na opinião de Daniel, o principal desafio é dinamizar e tornar mais operacional o combate aos crimes ambientais na área de responsabilidade do Pelotão, e ainda, dentro da filosofia do policiamento comunitário, onde o profissionalismo policial se caracteriza pelo estreito relacionamento com a comunidade e a constante melhoria da qualidade dos serviços prestados a população.


"Nosso trabalho enfoca-se na educação, fiscalização e repressão aos crimes ambientais. Sem dúvida, a conscientização é um passo importante para diminuir a degradação ao meio ambiente e, diante deste binômio economia/ambiente, o homem deve compreender que não é vítima, mas também não deve ser agressor. Deve, sim, desenvolver a compreensão de que é guardião da natureza, ao invés de seu senhor. A partir disto é possível promover as ações, invenções e organizações sociais que respeitem a viabilidade, estabilidade e produtividade, tanto da sociedade humana como dos sistemas naturais nos seus milhões de interações."



Fiscalizações intensificadas


Desde que assumiu o comando do Pelotão, o Capitão QOPM Daniel passou a intensificar as fiscalizações em combate ao crime ambiental.


Logo nos primeiros dias do novo comando, na época do recesso de ano novo, o 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental efetuou uma missão com sucesso.


No dia 29 de dezembro de 2009, os policiais ambientais realizavam barreira fixa na estrada vicinal do Taboco. Em determinado momento, abordaram um indivíduo que se utilizava de uma moto XTZ 125 de cor vermelha.


A moto era conduzida por Adão Rosa Soares. Durante o procedimento de busca pessoal, os policiais encontraram, na cintura de Adão, um revólver calibre 38, marca taurus, contendo cinco munições intactas.


Foi solicitado ao condutor que apresentasse os documentos de registro, porte e uso da arma. Então, Adão informou aos policiais que não possuía os documentos exigidos por lei.


Diante da situação, os policiais ambientais deram voz de prisão ao autor, que foi preso em flagrante por causa do porte ilegal de armas. Adão foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, para as providências adequadas ao caso.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni

Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

Economia

Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19 horas, no horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo