X
Policial

Cel. Sapucaia: Delegada será "Xerife" na cidade mais violenta do Brasil

Um dos delegados chegou a dizer que "Eu não quero ir para este velho oeste"

Os 41 novos delegados da Polícia Civil escolheram na manhã de hoje qual cidade do interior do Estado pretendem atuar. Cada delegado tinha de anunciar a escolha em um microfone no auditório da Acadepol (Academia de Polícia Civil), no Parque dos Poderes. A escolha aconteceu por ordem de classificação no curso de formação.

Quem escolheu os municípios de Alcinópolis, extremo norte do Estado, e Laguna Carapã, no conesul, terá o desafio de montar a estrutura do zero. Os municípios nunca tiveram delegacias.

As últimas cidades a serem escolhidas foram Paranhos e Coronel Sapucaia. As cidades foram evitadas por sua distância e pelos índices de violência. Um dos delegados chegou a dizer que "Eu não quero ir para este velho oeste".

Após a escolha, cada um recebia uma pistola, a identidade funcional e instruções sobre cada município.

O primeiro colocado do curso, Deyvis Ecco, escolheu Rochedo para iniciar a carreira policial. O delegado, que é de Campo Grande, optou pelo município pela proximidade da Capital e pelo clima "aparentemente tranqüilo", contou.

Ecco visitou a delegacia com antecedência e conhece a rotina de trabalho. "São quatro investigadores, um escrivão e um papiloscopista. Já começo o plantão agora á tarde".

As escolhas, que aconteciam no auditório da Acadepol, tiveram um clima descontraído. O delegado Jefferson Nereu, responsável pela comunicação da PC, animava as escolhas de cada formando. "Escolha as cartas, pede ajuda para os universitários", brincava.

Nereu explicou que é a primeira vez que a escolha é feita de maneira democrática, com cada um escolhendo seu destino. "Quando eu ingressei na força há 20 anos, algumas escolhas eram políticas. Apesar de ter sido bem colocado, eu não pude escolher", comentou.

Quase a maior parte dos novos delegados é do Estado de São Paulo e não conheciam bem o Estado. Letícia Mobis Alves é a nova titular da DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) de Três Lagoas. Letícia contou que escolheu a cidade pela proximidade com seu estado natal e até mesmo pela prefeitura.

"É uma cidade grande, bonita e tem uma prefeita no comando", disse, fazendo referência à prefeita e pré-candidata à vice-governadora Simone Tebet (PMDB). As vagas para DAM (Dourados, Nova Andradina e Três Lagoas) no Estado tinham de ser preenchidas obrigatoriamente por três das 13 mulheres na turma.

Vários delegados veteranos acompanhavam os "calouros" em suas escolhas e informavam sobre a realidade de cada cidade. Entre brincadeiras e dúvidas, os novatos escolhiam as delegacias sabendo que tem de ficar por, no mínimo, três anos, período do estágio probatório. Um mapa do Estado era consultado pelos novos delegados, para ajudar na escolha.

A possibilidade de começar uma delegacia nova e sem vícios foi o que levou Fábio da Silva Magalhães a escolher Laguna Carapã. "A delegacia é nova, poderemos ditar o ritmo sem vícios. É um desafio maior", explicou.

A maioria das vagas preenchidas será para titular de cada delegacia. Os novos delegados terão salário de aproximadamente R$ 8 mil reais. O delegado titular recebe um adicional de 10%.

Violento - Último município a ser escolhido, Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai, teve em 2008 o título de município mais violento do Brasil, numa região dominada pelo tráfico de drogas e pelo contrabando. Segundo o Mapa da Violência, divulgado em janeiro daquele ano, a cidade registrou uma taxa de 107 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2006, foram 13 homicídios - um para cada mil habitantes.

O desafio de ser o "xerife" de Coronel Sapucaia não assusta a delegada Marina Lemos Monteiro Conceição. "Eu já sabia que iria para lá. O importante é estar aqui", finalizou.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Abandono

Crueldade: filhotes são abandonados no bairro São Francisco

Protetores independentes pedem ajuda para que cachorros sobrevivam

Economia

Gás de cozinha apresenta variação de até 31,58% na Capital

Revenda varia de R$ 95 e R$ 125 no botijão de 13 kg

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo