24 de julho de 2021
Anuncie Aqui
Policial

Eurico Mariano é condenado a 17 anos de prisão por morte de radialista

11 AGO 2007 - 10h13min
rmt on line

Eurico Mariano foi acusado de matar Samuel Román em 2004O ex-prefeito de Coronel Sapucaia, Eurico Mariano, foi condenado a 17 anos e nove meses de prisão pela morte do radialista Samuel Román, executado a tiros no dia 20 de abril de 2004. O julgamento durou aproximadamente 12 horas e o juiz César de Souza Lima determinou que a pena fosse iniciada em regime fechado. Apesar disso, Mariano recorrerá em liberdade.

Delivery Amorim_02

A sessão começou às 8 horas de ontem, com plenário lotado, no prédio do Tribunal do Júri, anexado ao Fórum de Amambai. Eurico Mariano foi o primeiro a ser ouvido pelo juiz César de Souza Lima e foi interrogado por cerca de 50 minutos. O ex-prefeito negou que tenha sido o mandante da morte de Samuel Román.


A defesa de Mariano argumentou que não havia provas que sustentassem a tese do Ministério Público Estadual (MPE), de que a execução de Román teria sido conseqüência de desavença entre os dois, iniciada por declarações feitas no programa do radialista.


Por 5 votos a 2, os jurados acataram a tese do MPE e consideraram Eurico Mariano culpado pela morte do radialista, resultando em condenação de 17 anos e nove meses de prisão, sentença que levou em conta motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima.


O advogado Ricardo Trad, que fez a defesa do ex-prefeito, pediu anulação do julgamento, recurso ainda a ser avaliado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS). Trad alega que uma transcrição de uma gravação feita pela polícia foi anexada ao processo fora do prazo regular.


Apesar da sentença de condenação em regime fechado, Eurico Mariano ganhou o beneficio de aguardar a decisão do recurso em liberdade, sob alegação de ter residência fixa e ter comparecido em todos os trâmites do processo.


O julgamento de Eurico Mariano já foi adiado por duas vezes. A primeira, no dia 12 de abril, foi a pedido da Promotoria, e a segunda, no dia 1º de junho por solicitação do juiz titular da 1ª Vara de Amambai, César de Souza Limão. Na época, o magistrado disse que seria necessária a 'degravação' de uma fita que aponta o ex-prefeito como mandante do crime.


Além de Eurico Mariano, outras dez pessoas foram acusadas de envolvimento no assassinato. Dos acusados, três foram assassinados na fronteira.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Coordenadora de compras é vítima de acidente fatal no bairro Guanandy em Aquidauana

2
Aquidauana

Morta em acidente de moto, enterro de coordenadora de compras será em Miranda

3
Geral

Corpo de Analrelino Ricaldes, o "Dinho", foi encontrado 

4
Aquidauana

Dona Izaura é a mulher inquieta que revela como chegar aos 90 "numa boa"

Informe Publicitário

Informe

Concorra R$ 5 mil em prêmios no Atlântico Supermercados!

Previsão do Tempo

min18 max35

Aquidauana

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
min18 max35

Anastácio

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,94m
Miranda
1,77m
Paraguai
1,17m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Após...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Som e Acessórios

Adil'Som (Adilson e Edimilson)

Rua Antônio João, 523 Alto - 79200-000 Aquidauana/MS 67 - 3241-5561
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Conveniência Millênium

Rua Sete de Setembro, s/n Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6346 / 840
Escritórios Contabilidade

Escritório Modelo

Rua 7 de Setembro, 493 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo