X
Policial

Homem mata a mãe a machadadas e é assassinado dentro do presídio

A tragédia já era anunciada

O assassino

Um homem violento. Valdemar Scardin Carvalho, de 28 anos, consumou uma tragédia na manhã desta quinta feira em Jardim, ao assassinar a própria mãe, Matir Carvalho Scardin, de 58 anos, a machadadas. Uma tragédia anunciada, segundo quem o conhecia, uma vez que desde 2007 ele ameaçava tirar a vida de sua progenitora.

Valdemar, que foi preso em flagrante, já é um velho conhecido da Policia. Por 13 vezes foi preso, sempre por agressões efetuadas contra a mãe e várias outras pessoas, quase sempre por motivos banais. Numa dessas, em 1º de janeiro de 2008, ele esfaqueou uma mulher de 44 anos, provavelmente sua amásia. Neste mesmo ano, em 2 de julho, fez nova vítima de esfaqueamento, desta feita um homem de 42 anos, que teria matado seu pai.

Em sua ficha, também, aparece o roubo a um imóvel e uma nova tentativa de assassinato, em 16 de fevereiro de 2009, contra um homem de 54 anos de idade. 'Ele sempre estava aprontando, mas não imaginava que poderia tirar a vida da própria mãe", comenta um morador da Vila Angélica que prefere o anonimato.

Segundo a família, Valdemar já tinha ameaçado a mãe, de morte, várias vezes. Numa delas, quando esta interviu numa tentativa de agressão a um irmão e uma irmã. Em 22 de julho do ano passado, em nova tentativa, após invadir a casa da mãe, dona Matir revelou que o filho usava drogas desde 2005, tendo constantes reações violentas.

Com este histórico, a tragédia parecia eminente, segundo visinhos da vítima, que morava na Rua Amazonas, na Vila Angélica. O estopim da barbárie foi a recusa da mãe em emprestar-lhe dinheiro. De posse de um machado, ele foi no próprio emprego de Matir, desferindo-lhe um golpe mortal, na nuca.

De acordo com uma testemunha, que estava no local, Valdemar ainda desferiu um segundo golpe, quando a mãe já se encontrava no chão, desta feita na cabeça, onde a arma do crime ficou cravada. "Foi horrível", disse.

Horas após a prisão, homem é morto em cela de presídio

Na noite desta quinta-feira, horas após ser preso, Valdemar foi assassinado, dentro do Estabelecimento Penal Masculino Máximo Romero, em Jardim.

Valdemar foi agredido no interior de uma cela, pelo interno Crispim Lugo, 43 anos, que assumiu a autoria do homicídio.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local, mas Valdemar já foi encontrado morto, com a cabeça raspada, o rosto inchado e uma costela quebrada.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

2024

Iniciativa de MS ganha reconhecimento pelo Observatório Nacional de Segurança Viária

Programa da TVE foi destaque nacional do Maio Amarelo

Inmet

Máxima prevista para Aquidauana nesta sexta-feira é de 30°C

Não há previsão de chuvas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo