26 de outubro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Policial

Polícia prende acusados de sequestrar e matar pecuarista em MS

Depois de matar Jacob, adolescentes ocultaram o corpo

10 SET 2013 - 17h49min
redação
Allan Ferreira Camargo, 19 anos, Christian Camargo da Silva, 18 anos e três adolescentes que no último sábado (07) invadiram um sítio em Santa Rita do Pardo (MS), fizeram refém o caseiro José Bento Coutinho, 61 anos e o proprietário Jacob Valentim Sittolim, 72 anos e roubaram uma caminhonete F-250 e armas, foram localizados e presos pela Polícia Civil. 

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo filho do pecuarista, na madrugada de sábado, por volta de 3 horas, três homens encapuzados e armados com um revólver calibre 38, invadiram o sítio Sittolim, amordaçaram o caseiro, sequestraram Jacob e fugiram na caminhonete F-250, cor prata, levando três armas da vítima. 

Segundo a polícia algumas horas depois o caseiro conseguiu se libertar e procurou uma fazenda vizinha, onde pediu socorro. Em diligências pela região, policiais civis de Santa Rita do Pardo e Bataguassu, com o apoio da Polícia Militar, localizaram Allan que seria o mentor do roubo. 

O acusado friamente confessou o crime e apontou como comparsas três adolescentes, que também foram apreendidos em Santa Rita do Pardo. Ele assumiram a autoria do crime e relataram à polícia que tinham matado o pecuarista e escondido o corpo em um canavial entre a cidade e Bataguassu. 

Durante buscas no local os policiais encontram o corpo de Jacob, no local indicado pelos acusados, com vários ferimentos provocados por tiros. Segundo os acusados os disparos foram efetuados com as armas da vítima, sendo que a espingarda foi supostamente jogada em um rio e o revólver e a pistola escondidas na casa de Christian, em Bataguassu. 

Christian ainda teria estacionado a caminhonete da vítima no centro da cidade e levado as chaves para casa, com o objetivo de vender o veículo. Os policiais localizaram o revólver calibre 38 que estava escondido no forro da casa do acusado e as chaves do carro, escondida no meio de tijolos. O veículo foi recuperado pela polícia no centro da cidade de Bataguassu.

Christian e Allan foram presos em flagrante e os três adolescentes apreendidos. Todos vão responder por latrocínio, formação de quadrilha, ocultação de cadáver, Christian e Allan também são acusados de corrupção de menores. Os dois foram encaminhados para o Estabelecimento Penal de Bataguassu e os menores para uma das celas da Delegacia de Bataguassu, onde aguardam vaga na UNEI (Unidade Educacional de Internação).
 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Empresário de Aquidauana, mulher e filho morrem em colisão com carreta na BR-262

2
Aquidauana

Aos 18 anos, Aquidauanense estreia carreira no hip-hop com lançamento de clipe

3
Policial

Condutor cai em córrego e é executado com cinco tiros, em Campo Grande

4
Geral

"Emoção inexplicável": Guia fisga pintado de 1,72 metro no Rio Dourados, em Fátima do Sul

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max34

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min24 max34

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,05m
Miranda
1,84m
Paraguai
(-) 32

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Cai...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"UMA IMAGEM DE PRAZER"

Mariana Thomé

Saúde e segurança do empregado na pandemia: quais med...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

Nossa Senhora de Fátima

Rua Marechal Mallet, 804 centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8199/ 7705
Salões e Cabeleireiros

Salão Imagem

Rua Theodoro Rondon, 823 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1128
Restaurantes

Restaurante Fogão Caipira

Bichara Salamene, 47 Aquidauana/MS 67 999359420 https://www.facebook.com/fogao.caipira.547
Ver Mais
Fale com a redação