X
Grupo de Operações e Investigações

Quase 500 pessoas foram presas ao longo de 2019 em MS

Do total de pessoas presas, 202 estavam com mandados de prisão em aberto, mandados de busca e apreensão ou evadiram do sistema prisional e eram considerados foragidos da Justiça

O Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil prendeu quase 500 pessoas no ano passado. É o que mostra o levantamento estatístico referente à 2019, divulgado nesta quinta-feira (3), pelo Departamento de Polícia da Capital (DPC).

Do total de pessoas presas, 202 estavam com mandados de prisão em aberto, mandados de busca e apreensão ou evadiram do sistema prisional e eram considerados foragidos da Justiça.

Outros 295 presos foram autuados em flagrante em 208 procedimentos de prisões em flagrante ou atos infracionais, que foram lavrados principalmente pelas Delegacias de Pronto Atendimento Comunitário do Centro e do Cepol.

O GOI ainda atendeu 171 locais de crimes ao longo de 2019, sendo em sua maioria com vítimas de homicídios e tentativas de homicídios.

Além disso, o Grupo apreendeu 67 veículos ao longo do ano passado e por mais de 100 vezes prestou apoio a outras unidades da Polícia Civil e Polícia Militar.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Trânsito

Motorista morre em colisão com caminhão que transportava pintinhos em Sonora

Idoso não resistiu aos ferimentos e morreu no local

Saúde

Saúde lança nova campanha de vacinação contra covid-19

Proposta é imunizar pelo menos 70 milhões de pessoas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo