X
Briga

Três torcedores do Corinthians e Flamengo foram baleados após confronto na Capital

Briga entre grupos das torcidas Pavilhão 9 e Urubuzada teve disparos de arma de fogo

Torcidas do Flamengo e Corinthians entraram em confronto em Campo Grande / Reprodução vídeo

Uma briga generalizada entre torcedores do Corinthians e do Flamengo deixou três homens baleados em Campo Grande. A confusão, que quase terminou em mortes, ocorreu logo após o jogo da Copa Libertadores na noite de terça-feira (2) na calçada da avenida Salgado Filho, perto da Ernesto Geisel, Vila Carvalho.

Segundo informações do boletim de ocorrência, entre os feridos está um torcedor do Flamengo, de 28 anos que levou dois tiros no abdômem. A Polícia Militar foi acionada por testemunhas e se deslocou até o local da briga generalizada, mas as pessoas já haviam se dispersado.

A vítima foi encaminhada para a Santa Casa, e segundo a esposa dele, de 27 anos, ambos são flamenguistas e estavam assistindo ao jogo junto à torcida organizada. Ela diz que após o fim da disputa, um grupo de 30 pessoas da torcida do Corinthians desceu a av. Salgado Filho indo em direção a torcida do Flamengo, que se mobilizou e foi de encontro aos corintianos.

A mulher disse aos policiais que as torcidas se chocaram e, diante da pancadaria, ouviu barulhos de disparos do meio da multidão. O marido caiu no chão e ainda foi espancado pela torcida rival com um pedaço de madeira.

Amigos da vítima conseguiram tirá-la do meio da confusão e levá-la até o hospital. O homem foi baleado na altura do abdômen.

Conforme a assessoria da Santa Casa, a vítima passou por cirurgia e se recupera no pós-operatório. Ele está consciente e orientado.

Versão da torcida do Corinthians

Uma torcedora do Corinthians, de 26 anos, disse ao site TopMídiaNews que estava assistindo à partida com o grupo na sede do Pavilhão Nove, localizada na avenida Salgado Filho, e que quando terminou o jogo, os torcedores foram tirar fotos no pontilhão da Salgado Filho quando foram atacados pela organizada Urubuzada, do Flamengo.

"Toda a vez que acaba o jogo, os homens vão tirar foto no pontilhão da avenida. É tradição. E quando os rapazes estavam indo em direção para tirar foto, o pessoal da Urubuzada estava mocado lá, escondidos abaixados na grama já esperando eles", relata.

Na versão da torcedora, foram os flamenguistas quem começaram a briga, e um deles, que estava em uma motocicleta, é quem teria feito os disparos com arma de fogo em direção aos corintianos, porém dois flamenguistas foram atingidos.

Segundo a torcedora, o corintiano ferido passou por cirurgia no Hospital da Unimed e permanece internado no Hospital do Coração.

Ela diz ainda que, após a briga, um motociclista flamenguista passou em frente ao Pavilhão Nove efetuando disparos com arma de fogo na sede.

"Foi um risco para todo mundo. Lá havia um monte de crianças, idosos, mães com criança no colo e o flamenguista passou atirando. Por pouco não matam as pessoas", disse.

Flamenguista ferido

Um homem de 30 anos da torcida do Flamengo levou um tiro na perna passou por atendimento na UPA Leblon.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

Brasil exporta 31 mil toneladas de biscoitos no 1º semestre de 2024

Ontem foi celebrado o Dia Nacional do Biscoito

Crime

Criminosos usam apagão cibernético para aplicar golpes e coletar dados

Agência de Defesa Cibernética Americana emite alerta

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo