X
Policial

Vítima de espancamento, homem é diagnosticado com morte cerebral

O autor do crime foi preso e confessou o espancamento, mas disse que a morte foi encomendada pela ex-companheira da vítima

O Pantaneiro

Edemilson Irineu Almeida Maia, de 39 anos, que havia sido espancado com uma tábua na madrugada de quinta-feira (06), foi diagnosticado com morte cerebral na data de hoje (07), pela equipe médica.

Após intensa busca policial, o autor do crime foi preso na casa de uma outra pessoa. Ainda não foram divulgadas informações sobre o homem.

O criminoso confessou o espancamento. Segundo a Polícia Civil, em depoimento, o homem disse que a morte foi encomendada pela ex-companheira da vítima. Ela teria perguntado se o autor tinha "coragem de matar" e ele disse que sim. Foram 4 pauladas com a vítima deitada e, depois, mais 2 golpes. A mulher negou que tivesse envolvimento, mesmo que, supostamente, tivesse dito ao autor que sofreu agressões da Edemilson.

Caso

Conforme apurado, após ser informada por testemunhas sobre a agressão, a Polícia Militar foi ao local, constatou a situação crítica da vítima e acionou o Corpo de Bombeiros.

Quando os socorristas chegaram ao local, encontraram o homem inconsciente, com traumatismo craniano grave, dois graves ferimentos na cabeça e hemorragia.

Ele estava com os batimentos fracos, motivo pelo qual os bombeiros aplicaram oxigênio, fizeram os curativos no local e rapidamente encaminhada a vítima ao pronto-socorro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Justiça

STF realiza audiência de custódia de presos no caso Abin

Segundo a PF, agência foi usada para favorecer filhos de Bolsonaro

Economia

Haddad atribui a má avaliação da economia à desinformação

Ministro disse que é "avassalador" o que se vê na rede social

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo