X
Política

André veta uso de nome de vivos em prédios públicos

O governador, André Puccinelli (PMDB) vetou o uso de nome de pessoas vivas em prédios públicos e logradouros, conforme pretendia projeto aprovado pela Assembléia Legislativa. No veto, o governador lembra que a legislação federal proíbe o nome de pessoas vivas e que isso é necessário para preservar os princípios de impessoalidade e moralidade previstos pela Constituição Federal.


Outro veto, desta vez total, foi à Lei aprovada pelo Legislativo que estabelece medidas de prevenção é combate ao bullying escolar no projeto pedagógico elaborado pelas Instituições de Ensino. Neste caso, a argumentação é de que a matéria é de competência do Executivo. Outras três Leis foram vetadas. Uma delas tornando obrigatória disponibilização de dependência exclusiva para amamentação e fraldário em Terminais Rodoviários Intermunicipais no Estado de Mato Grosso do Sul. Outra obrigando a instalação de sistema de segurança baseado em monitoramento por meio de câmeras de vídeo nas escolas públicas e privadas de Mato Grosso do Sul. Por fim, também foi vetada Lei que Institui no âmbito da Secretaria de Estado de Educação, o Programa Cesta Básica do Livro e dá outras providências.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Economia

MegaFeirão Serasa Desenrola é lançado com painel sobre Educação Financeira

O mutirão emergencial visa estimular a renegociação de dívidas, facilitando a vida de consumidores de todo o que país podem acessar ofertas especiais de várias formas, digitais ou presenciais

Educação

MEC publica portaria que regulamenta o Fies Social

Serão beneficiados pela portaria estudantes com renda familiar per capita de até meio salário mínimo cadastrados no CadÚnico

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo