08 de agosto de 2022
Anuncie Aqui
Trabalho do Capitão Contar

Vai à sanção projeto que reconhece risco da atividade de atiradores e caçadores

A redação final foi aprovada nesta quarta-feira (18)

18 MAI 2022 - 13h38min
Redação

Deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul aprovaram, em redação final, nesta quarta-feira (18), com 15 votos favoráveis e 5 contrários, o Projeto de Lei que reconhece o risco da atividade dos colecionadores, atiradores e caçadores para os fins da Lei Federal 10.826/2003 – que dispõe sobre registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição, sobre o Sistema Nacional de Armas (Sinarm). A proposta segue, agora, para sanção do Governo do Estado.

O Projeto de Lei 22/2022, assinado pelo deputado Capitão Contar, foi apensado à proposta de co-autoria dos deputados João Henrique Catan e Coronel David, já que tratam do mesmo tema.

De acordo com o parlamentar, "é uma atividade de risco, pois se trata do manuseio e trânsito de armas de fogo e munição. Mas além disso, existe o risco de que, esse esportista, caçador ou colecionador, seja vítima de uma ação criminosa. É uma ameaça à sua vida. O risco existe e felizmente com essa aprovação será reconhecido". 
 
Segundo o texto, o reconhecimento pretendido não altera a atual legislação federal e também não acrescenta ou reduz requisitos já previstos nas normativas existentes. A Lei Federal n. 10.826 de 2003, que instituiu o Estatuto do Desarmamento, prevê em seu artigo 6º, inciso IX, o porte de arma “para integrantes das entidades de desporto legalmente constituídas”.

O Decreto nº 9.846, de 25 de junho de 2019, que regulamenta a Lei Federal nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003, para dispor sobre o registro, o cadastro e a aquisição de armas e de munição por caçadores, colecionadores e atiradores, trouxe diversas inovações no sentido de deixar expresso questões de registro, fiscalizações, acompanhamentos. Mas, nem esse Decreto que regulamentou a Lei e nem outros que já não estão vigentes, falavam sobre o Porte de Armas.

 
A Lei diz, no artigo 10, § 1º, I, que a autorização poderá ser concedida ao requerente que "demonstrar a sua efetiva necessidade por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física".

No entanto, apesar da própria atividade ser de risco, não há critério técnico para análise de risco pelo Delegado Federal. Outro ponto destacado é que o "Porte de Trânsito" está vinculado aos deslocamentos entre o local de guarda autorizado e os de treinamento, instrução, competição, exposição, caça ou outros, fazendo com que os colecionadores se tornem alvos fáceis de criminosos, fora do trajeto previsto.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Mulher que morreu após acidente na BR-463 era engenheira agrônoma

2
Policial

Homem agride a esposa por ciúme e é preso em Aquidauana

3
Aquidauana

Aquidauana terá voo de balão para marcar início da ExpoAqui

4
Campo Grande

Empresário morre um dia após plástica no rosto em Campo Grande

Informe Publicitário

Informe Publicitário

Sonho se torna realidade e família amplia Supermercado Vale Verde em Aquidauana

Previsão do Tempo

min21 max26

Aquidauana

Chuva
min21 max26

Anastácio

Chuva

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,74m
Miranda
1,36m
Paraguai
2,46m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Num...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

De Juma à Maria Bruaca Com os Nossos Tenórios Nossos ...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: VALE TUDO POR UM LIKE?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas Particulares

Escola Dom Aquino

Rua Marechal Mallet, 2000 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4799
Médicos

Eliane Apda de B. M. Leal - Oftalmologista

Rua 7 de Setembro, s/nº Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2558
Bancos

Banco Bradesco

Rua 7 de Setembro, 770 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1556 www.bradesco.com.br
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo