21 de outubro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Política

Avião com restos mortais de Jango chega a São Borja para novo enterro

Aeronave partiu de Brasília com mais de 1h20 de atraso nesta sexta (6). Restos mortais poderão ser visitados na Igreja Matriz em São Borja.

6 DEZ 2013 - 14h25min
G1
Os restos mortais do ex-presidente João Goulart chegaram por volta das 12h50 (de Brasília) desta sexta-feira (6) a São Borja, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Deposto com o golpe militar de 1964, Jango, como era conhecido, foi exumado para que sejam esclarecidas as circunstâncias de sua morte. Uma nova cerimônia de sepultamento está marcada para a tarde desta sexta.
 
Os restos mortais foram saudados por uma Guarda Fúnebre, com três tiros de fuzil, e cobertos com uma bandeira brasileira. Em seguida, por volta das 13h30, a urna foi levada a um caminhão do Corpo de Bombeiros. O cortejo fúnebre é acompanhado por motoristas e motociclistas. Ao longo do trajeto, dezenas de pessoas se posicionaram na calçada para acompanhar a passagem do caminhão do Corpo de Bombeiros.
 
Na Igreja Matriz, onde o corpo chegou por volta das 14h15, ocorre abertura para visitação do público e uma missa. De lá, ele irá para o Cemitério Jardim da Paz, onde os restos mortais serão devolvidos ao jazigo da família Goulart.
 
No mesmo voo, estava a viúva, Maria Thereza Goulart, os filhos de Jango João Vicente e Denise, além dos netos João Marcelo e Vicente. Ainda desembarcou a ministra Maria do Rosário, da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República. O desembarque foi saudado por autoridades federais, entre elas o senador Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-RJ).
 
Policiais, correligionários do trabalhismo, além de autoridades federais e estaduais se concentraram pela manhã no Aeroporto de São Borja para as homenagens. Os restos mortais de Jango retornam para sua cidade natal no aniversário de 37 anos da morte do ex-chefe do Executivo. O ex-presidente morreu em 6 de dezembro de 1976, supostamente de infarto, mas, para a família, ele foi assassinado.
 
Em Brasília, ao ingressar no avião cargueiro modelo C 105 Amazonas da FAB, a urna estava coberta por uma bandeira do Brasil e foi carregada por quatro militares da Aeronáutica ao som da marcha fúnebre.
 
Moradores aguardam chegada 
 
Em frente à igreja, dezenas de moradores aguardam a chegada dos restos mortais. "Moro a 6 quilômetros daqui, mas fiz questão de vir, pois fui mecânico de Jango. Lembro dos carros que precisava preparar sem embriagem, já que o ex-presidente tinha um problema na articulação do joelho esquerdo", disse ao G1 o aposentado Osvaldo Ramos Prado, de 79 anos.
 
Ao lado dele, o amigo João Manuel Pereira, 72 anos, reconheceu estar emocionado. "Nesta mesma data, estive aqui há 37 anos. Será incrível ver o segundo enterro dele", afirmou.
 
Próximo à Igreja, freiras do Colégio Sagrado Coração de Jesus acompanhavam a transmissão de uma rádio local do cortejo enquanto observavam a chegada do corpo. "Acredito que seja um momento histórico para São Borja. Não sou daqui, mas sei que ele era uma pessoa muito boa", diz a irmã Maristela Ganassini.
 
PMs controlam o trânsito em frente à Igreja Matriz, onde ocorrerá uma celebração com os restos mortais de Jango. Ao lado do local, cartazes foram fixados em uma parada de ônibus com as mensagens "Ditadura nunca mais" e "Jango: memória, verdade e justiça".
 
O avião decolou em direção ao Rio Grande do Sul às 8h21, mais de 1h20 depois do previsto. Uma comitiva formada por familiares de Jango e servidores do governo federal embarcou na mesma aeronave.
 
Honras militares em São Borja
 
Do Aeroporto de São Borja, após cerimônia militar, o esquife seria levado em cortejo até a Igreja Matriz do município. No local, haverá visitação do público e uma missa deve ocorrer após as 15h30.
 
Em seguida, o  caixão será conduzido até o Cemitério Jardim da Paz, para ser enterrado novamente no jazigo onde no mês passado ocorreu a exumação, com objetivo de desvendar os mistérios que pairam sobre a morte. Indícios de que Jango possa ter sido vítima de envenenamento durante o exílio na Argentina levaram a família de Jango a solicitar ao Ministério Público Federal a investigação.
 
Entre as autoridades que têm presença confirmada estão a titular da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL) e Pedro Simon (PMDB), que era amigo de Jango e colaborador do trabalhismo na época da morte. Simon, Maria do Rosário, o prefeito de São Borja, Farelo Almeida (PDT), e João Vicente Goulart, um dos filhos de Jango, discursarão antes da devolução dos restos mortais ao jazigo da família.
 
Como o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, está na China para compromissos, o presidente da Assembleia Legislativa, Pedro Westphalen (PP), representa o executivo gaúcho durante as cerimônias.
 
Morte no exílio
 
Jango morreu em 6 de dezembro de 1976 em sua fazenda em Mercedes, na Argentina. Cardiopata, ele teria sofrido um infarto, mas uma autópsia nunca foi realizada. Na última década, evidências levantaram a hipótese de que o ex-presidente tenha sido envenenado por agentes das ditaduras uruguaia e argentina, em colaboração com o governo brasileiro.
 
A principal delas foi o depoimento dado pelo ex-espião uruguaio Mario Neira Barreiro ao filho de Jango, João Vicente Goulart, em 2006. Preso por crimes comuns, ele cumpria pena em uma Penitenciária de Charqueadas, no Rio Grande do Sul. Disse que espionava Jango e que participou de um complô para introduzir uma substância mortal nos medicamentos que o ex-presidente tomava.
 
Em 2007, a família de Jango solicitou ao Ministério Público Federal (MPF) a reabertura das investigações. O pedido de exumação foi aceito em maio deste ano pela Comissão Nacional da Verdade (CNV).
 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Mãe flagra filha adolescente seminua com o marido e é atingida a golpes de facão

2
Aquidauana

Sem sinalização, mais um acidente é registrado na rua Antônio Campelo

3
Miranda

Com prefeito a bordo, pescadores se maravilham ao avistar 4 onças à beira do Rio Miranda

4
Aquidauana

Para Tati, fé foi imprescindível para superação da perda e também na chegada de Sofia

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max32

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min23 max32

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,22m
Miranda
1,52m
Paraguai
(-) 31

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"JÁ TENTEI OLHAR BEM DE PERTO"

Valdemir Gomes

Ainda...

Rosildo Barcellos

Poluição como questão de saúde pública!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Pastelaria Mineira

Rua Augusto Mascarenhas, 543 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1613
Escritórios Contabilidade

Escritório Modelo

Rua 7 de Setembro, 493 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Bar Avenida Pantaneta

Av. Pantaneta, 738 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3380
Ver Mais
Fale com a redação