X
Política

Azambuja exonera Mara da Fundação de Cultura, mas não indica substituto

Durante as férias de Mara, quem respondia pela FCMS era o adjunto, Gustavo Castelo / Chico Ribeiro/Governo de MS

Em decreto publicado nesta quarta-feira (18), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) exonerou Mara Caseiro (PSDB) da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). A publicação, no entanto, deixa em aberto quem será o substituto da tucana na autarquia.

Mara estava de férias e o adjunto, Gustavo de Arruda Castelo, despacha na Fundação. Ela assume hoje, na Assembleia Legislativa, a cadeira deixada por Onevan de Matos (PSDB), que faleceu na última sexta-feira (13), em São Paulo, em virtude de complicações da Covid-19.

Caseiro exercerá pela terceira vez o cargo de deputada estadual. Suplente da coligação formada entre PSDB e DEM, em 2018, ela ficou de fora do parlamento apesar de ter obtido votação expressiva, por conta do coeficiente eleitoral, que deu o cargo a outros 12 candidatos menos votados.

Além de deputada, ela já foi vereadora e prefeita de Eldorado.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Justiça

Progressão de assistido da Defensoria é avaliada antes da prisão

Caso aconteceu em Ponta Porã

Chamas

MS declara situação de emergência em cidades afetadas por incêndios florestais

O decreto publicado nesta segunda-feira (24), no Diário Oficial do Estado, tem o prazo de 180 dias

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo