X
Política

Com Lula, Brasil vai "jogar pesado" em Copenhague, diz Minc

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou que o Brasil vai "jogar pesado" na 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15) com a chegada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Copenhague (Dinamarca). Ontem (16) mesmo, ao desembarcar na capital dinamarquesa, Lula já se reuniu com o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, e com o presidente da Conferência do Clima, Lars Loekke Rasmussen. As informações são da BBC Brasil.


De acordo com o ministro, o presidente deve conversar ainda com líderes de países da América Latina, além do grupo dos países africanos - um dos mais insatisfeitos com as negociações da última semana. A agenda oficial do presidente prevê também um encontro com o primeiro-ministro da China, Wen Jiabao. Sobre a possibilidade de se fechar um acordo com metas ambiciosas em Copenhague, Minc foi menos otimista. Para ele, o encontro deve chegar apenas a um consenso "razoável e possível" e, mesmo para isso, os países ainda terão que se esforçar bastante.


Ele admitiu que o rascunho de um acordo apresentado pelo primeiro-ministro da Dinamarca - que preside a conferência após a renúncia da ministra dinamarquesa da Energia e do Meio Ambiente, Connie Hedegaard - não agradou à delegação brasileira. O negociador-chefe do Brasil, embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado, também manifestou desagrado. Diante do impasse, a equipe brasileira espera que a atuação de Lula faça a diferença.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Hemosul convoca doadores de sangue neste fim de semana

Ação visa abastecer estoque de tipagens

Saúde

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Seis estados e o Distrito Federal decretaram situação de emergência

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo