X
Exclusiva

Cotado para o Governo, Eduardo Riedel diz estar à disposição do partido

Secretário ainda falou de metas para 2021

Secretário, Eduardo Riedel, e presidente da ALEMS, Paulo Corrêa / Cyro Clemente

Considerado o principal nome do PSDB para concorrer às eleições gerais de 2022 e suceder o governador Reinaldo Azambuja, também tucano, o comandante da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (SEGOV), Eduardo Riedel, disse em entrevista exclusiva ao O Pantaneiro que está à disposição do ninho para a disputa. 

A imagem desgastada do governador por conta de ações que tramitam na Justiça tem colaborado para que Riedel assuma a representatividade do governo do Estado  em reuniões públicas e inaugurações de obras. O secretário tem representado Azambuja em diversas agendas públicas, tanto na Capital quanto no interior. 

Questionado se a sua presença é a pré-campanha para o projeto de 2022 e se tem interesse em representar o PSDB nas urnas no ano que vem, o secretário afirmou que a candidatura é um processo democrático e que sua indicação é natural perante ao trabalho que tem feito ao longo da adminsitração de Azambuja. 

“A eleição é um processo democrático, de formação de um grupo político. Tenho uma trajetória de dedicação ao Mato Grosso do Sul, desde o início do primeiro mandato, por isso é natural que se cogite essa indicação. Se o partido, lá na frente, entender que o meu nome é o mais indicado para uma eventual disputa, me sentirei honrado e estarei à disposição para dar continuidade a este ciclo de crescimento e desenvolvimento do estado”, destacou o secretário.

Questionado sobre a prioridade da administração estadual em 2021 e o que deve ficar o crescimento de Mato Grosso do Sul, e como serão tratados os pacientes com e pós covid-19. O secretário destacou que o Estado recebeu mais de R$ 3 bilhões em investimentos e gerou 11 mil empregos.
 
“Nossa prioridade é buscar todas as possibilidades de aquisição de vacinas para que possamos voltar à normalidade o mais rápido possível. Estou convencido de que este ano iniciamos um novo ciclo, com boas perspectivas de desenvolvimento e crescimento, investindo nas áreas prioritárias (saúde, educação, infraestrutura e segurança pública) e em projetos estruturantes que têm tornado nosso estado cada vez mais atrativo”.

Secretário de Governo, Riedel respondeu ainda sobre a relação que o Estado deve ter com os demais poderes, uma vez que houve troca na presidência do Tribunal de Justiça e Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul. Sobre o discurso do novo presidente do TJMS, desembargador Carlos Eduardo Contar, que condenou as medidas de isolamento para conter a pandemia de Covid-19, preferiu amenizar dizendo que era uma opinião pessoal, mesmo com várias instituições como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Supremo Tribunal Federal (STF) repudiando a fala do magistrado. 

“Temos trabalhado em harmonia, com muita responsabilidade compartilhada entre os poderes, e vamos continuar atuando para que esta parceria seja mantida. Quanto ao discurso, trata-se de uma opinião pessoal, pois vivemos em uma democracia com liberdade de expressão”, finalizou.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia Civil de Aquidauana recupera celular e fecha ponto de venda de drogas

Jovem mentiu que iria desbloquear aplicativo, mas vendeu em ponto de drogas

Emprego

Aprovados no concurso público da Saúde de MS são convocados para posse

Ao todo, 116 candidatos foram aprovados

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo