X
Câmara Municipal

Empresários do setor de eventos pedem apoio para a retomada das atividades em Dourados

Entre as proibições está a suspensão da realização de eventos e comemorações de qualquer natureza

No "Café com Presidente", empresários solicitaram aos vereadores a liberação de eventos em Dourados / Valdenir Rodrigues

Empresários do setor de eventos de Dourados participaram na manhã de hoje (3) do espaço “Café com o Presidente”, que acontece todas às quartas-feiras com representantes do setor produtivo e de segmentos da sociedade organizada. Além do presidente da Câmara de Dourados, Laudir Munaretto (MDB), participaram da reunião os vereadores Juscelino Cabral (DEM), Daniela Hall (PSD) e Fábio Luís (Republicanos).

No encontro, os representantes do setor de eventos relataram as dificuldades enfrentadas pelo setor em virtude das restrições sanitárias impostas pela pandemia do Covid-19, normatizadas pelo Decreto Municipal 026/2021. Entre as proibições está a suspensão da realização de eventos e comemorações de qualquer natureza em chácaras, espaços de eventos, salões de condomínios organizados por particulares ou por empresas especializadas.

Para os empresários, os decretos tanto em nível local como estadual têm penalizado o setor há quase um ano. Eles solicitaram a intervenção da Câmara de Dourados, junto ao Comitê Municipal de Gerenciamento da Covid, na busca por caminhos e soluções que possam amenizar a crise financeira que atinge a cadeia de eventos no município. “É preciso reavaliar esses decretos, pois muitas empresas já estão fechando por falta de eventos ou quase nada de apoio do poder público”, afirmou José Roberto Fontes, proprietário de uma empresa de eventos.

Na opinião da empresária Cassiane Zanini, que atua no setor de cerimonial, as medidas de biossegurança devem ser mantidas, porém, ela defende a normatização de regras que possibilitem a retomada das atividades na área de eventos. Para a empresária, o comportamento coletivo mudou durante a pandemia. “As pessoas estão mais comedidas nos eventos, sem aglomeração em filas de buffet ou em pista de dança, por exemplo. Precisamos do apoio de outros setores da sociedade para continuarmos trabalhando”, disse.

A vereadora Daniela Hall, representante do Legislativo no Comitê de Gerenciamento da Covid, reforçou a parceria da Câmara juntamente com o setor empresarial e citou algumas flexibilizações recentes em trâmite. “Constantemente temos levado demandas da sociedade ao Comitê, entre elas a reabertura de praças públicas e da feira livre do Parque dos Ipês”, exemplificou.

Já o presidente Laudir Munaretto afirmou que todas as demandas serão apresentadas ao Executivo, a exemplo do setor dos hoteleiros e contabilistas, que trouxeram reivindicações à Câmara. “Vamos levar esses anseios à administração municipal e esperamos que no próximo decreto do Executivo possamos ter uma solução definitiva, pois sem eventos não é impossível uma empresa sobreviver”, afirmou.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Segurança

INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados

Cadastro de aposentados e pensionistas teve segurança reforçada

Polícia

Suspeito de estupro de adolescente é preso em Ladário

Homem teria levado estudante para casa após escola e a abusado sexualmente

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo