X
Política

Governo lança portal com serviços e informações do país

Objetivo é agregar dados já disponíveis em sites dos ministérios. Lula e Dilma se emocionaram durante cerimônia de lançamento.

O governo federal lançou nesta quarta-feira (3) o Portal Brasil (www.brasil.gov.br), que vai agregar informações e serviços prestados pelos órgãos federais e ministérios. Segundo o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, mais de 500 serviços estarão disponíveis no portal nas próximas semanas.

Inicialmente, segundo o ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, o Portal Brasil terá 12 áreas de conteúdos temáticos: cidadania, saúde, educação, ciência e tecnologia, Brasil, cultura, economia, esporte, geografia, história, meio ambiente e turismo. Inicialmente, serão oferecidos conteúdos segmentados para trabalhadores, estudantes, empreendedores e imprensa.

O portal poderá ajudar também os estrangeiros que querem informações para investimentos e estudos no Brasil. O conteúdo poderá ser traduzido para o inglês e espanhol. Segundo Martins, este portal é para o Estado e não para o governo.

Martins disse que o portal consumiu cerca de três anos de trabalho e foram investidos cerca de R$ 11,1 milhões na contratação da empresa que construiu a ferramenta. “É um portal para os brasileiros e um portal para os estrangeiros. Para os brasileiros vai permitir mais acesso a serviços que estão à disposição para o cidadão, que ele não sabe porque estão dispersos. Um aposentando, por exemplo,tem muitas informações para ele no Ministério do Trabalho, da Previdência, do Turismo. Agora, por estar agregado ele vai ter uma porta direta”, disse o ministro.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse durante seu discurso que o Portal Brasil coloca todas as informações do governo abertas ao público e chegou a comparar a ferramenta ao Google. “Não sei se posso dizer isso, mas estamos apresentando um Google nacional, não queremos concorrer internacionalmente. Mas, quando concluirmos o portal estaremos entregando o que pode se entregar de mais completo ao povo”, disse.

Choro

Durante a apresentação do Portal Brasil, a coordenadora do projeto Silvia Sardinha colocou Lula para conversar via Internet com o menino Juan, de uma escola de Teresina (PI). O garoto é um dos personagens da revista eletrônica que estreará no site. Durante a conversa, Lula se emocionou e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, chegou a enxugar as lágrimas.

Juan foi apresentado como aluno exemplar que ao sair da escola ainda ajuda a mãe a estudar. O presidente quis saber se ele achava mais difícil aprender ou ensinar. Juan respondeu: “nenhum dos dois, os dois são fáceis para mim”, disse arrancando gargalhadas da plateia e do presidente.

O menino disse que quer se tornar cientista e trabalhar na Nasa. Depois do diálogo, a professora do menino, Rutnéia, que já tinha chorado ao lado dele, também participou da conversa e disse que estava emocionada ao falar com Lula.

“Eu sou chorona mesmo. Porque vivemos num Brasil novo, porque uma professora filha de um carpinteiro tem sempre o sonho de falar com um presidente. Ainda mais um presidente que veio das classes mais pobres”, disse do Piauí. Nesse momento, Lula ficou emocionado e a ministra chegou a enxugar as lágrimas.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni

Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

Economia

Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19 horas, no horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo