15 de outubro de 2021
Anuncie Aqui
Política

"Governo novo, novos nomes", adiantou Azambuja sobre mudanças

O líder do Executivo estadual disse que vai diminuir cargos comissionados

29 OUT 2018 - 17h15min
Correio do Estado

No dia seguinte às eleições de 2018, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou que o time do Executivo estadual terá mudanças. “Governo novo, novos nomes. Vamos reciclar, mas não vamos partidarizar”, adiantou ele sem citar nomes. Porém o governador disse que não vai diminuir pastas, mas que vai enxugar gastos e cortar ao máximo cargos comissionados.  

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Setembro21 - 02

Na primeira gestão, em que Azambuja assumiu em 2014, eram 15 secretarias, o governador diminuiu esse número para dez. A estratégia que ele vai utilizar é de investir em Tecnologia de Informação (TI) para tentar economizar. “Pretendemos mexer em pastas, diminuir cargos de comissão. Vamos usar servidores efetivos, o que der para fundir vamos fazer, gastar menos com o governo e mais com as pessoas”, declarou.

Azambuja pretende continuar com escolhas técnicas, o líder do Executivo estadual disse que nunca partidarizou o governo. “Vamos pegar propostas dessas bancadas de outros partidos (que apoiaram o governador) e vamos analisar. Não precisa barganhar cargo, isso deve ser escolhido com competência”, reforçou. 

Outra proposta que, segundo Azambuja, será adotada logo em janeiro, é o incentivo fiscal para empresários que contratarem jovem e mulheres vítimas de violência doméstica. “Eles terão tratamento especial no nosso governo”, declarou Azambuja, durante entrevista a TV Morena, na manhã desta segunda-feira (29).

Sobre as propostas defendidas pelo presidente da República eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL), em que ele defende o corte de privilégios, Azambuja disse que também compactua com a linha de pensamento de Bolsonaro. “Não é tirar direitos e sim cortar privilégios. Direitos adquirido não se tira. Precisamos diminuir grandes salários”, adiantou o líder do Executivo estadual. Azambuja citou proventos que ultrapassam a R$ 30 mil por mês. “Vamos também fazer reformas, diminuir ministérios”, reforçou ele.

Uma das reformas que tem sido defendida por Bolsonaro é sobre a diminuição do número de partidos e transformar o voto obrigatório em facultativo. “Sou a favor também e defendo o voto distrital misto que aproxima o eleitor do candidato”, afirmou.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Anastaciano vítima de homofobia na Capital tira a própria vida aos 27 anos

2
Geral

Previsão para hoje é de ventos fortes e tempestade

3
Aquidauana

Ventania destelha casa e põe árvore atravancando rua

4
Geral

Em "cena de filme", cobertura de posto da PRF é arrancada após ventania

Informe Publicitário

Informe

Drogaria Aquidauana: há 8 anos protegendo sua família

Previsão do Tempo

min22 max35

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min22 max35

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Superando...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AI de ti, AQUIDAUANA!

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Supermercados

Supermercado Princesa 1

Sete de Setembro, 1750 Bairro Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2083
Telefones Úteis

Exercito Brasileiro - 9º Batalhão de Engenharia e Combate - 9º BEComb

Rua Duque de Caxias, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1600
Telefones Úteis

Policia Civil - Delegacia Regional - DRPA

Luís da Costa Gomes, 555 Cidade Nova - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241- 8203
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo