17 de outubro de 2021
Anuncie Aqui
Política

Junior Mochi diz que vai estudar mudanças na lei da reforma da previdência

O compromisso do candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, Junior Mochi foi repetido em reunião com o Fórum dos Servidores do Estado

28 SET 2018 - 14h45min
Assessoria

“Se houver alternativa para alterar a lei da reforma da previdência, isso vai acontecer no meu governo. Não tem problema em alterar e isso precisa ser analisado”. O compromisso do candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, Junior Mochi foi repetido em reunião com o Fórum dos Servidores do Estado.
Durante o encontro, Junior Mochi assinou carta de reivindicações apresentada pelos representantes dos servidores e assinou ofício onde compromete-se em abrir todos os mecanismos de diálogo para construir uma política justa e factível de valorização da categoria.

Delivery Amorim_11

O candidato também entregou aos representantes da categoria um ofício onde se compromete em criar uma política salarial para os quatro anos de governo. “Isso vai acontecer para dar segurança e não haver a necessidade de discutir as reposições e reajustes todo o início de ano”, justificou.

No fim do ano passado, a Assembleia Legislativa aprovou e o governo do Estado sancionou a reforma que elevou as contribuições previdenciárias dos servidores. O projeto inicial previa que todos os servidores tivessem 14% descontados para a Previdência. Emendas apresentadas por Junior Mochi e aprovadas pela Assembleia mudaram a forma do desconto, que passou a ser válido somente para quem recebia acima do teto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Com as emendas apresentadas por Junior Mochi, os servidores que recebem abaixo do teto previdenciário continuavam a pagar 11% de contribuição. Esses servidores representam 75% do total do Estado.

A correção da mudança tem sido a principal reivindicação dos servidores. Junior Mochi revela que o assunto precisa ser discutido para encontrar alternativas. Entre as possibilidades, afirma, está a análise de venda de ativos do Estado para regularizar o débito previdenciário. A decisão, contudo, só sairá após estudos realizados por comissão bipartite formada por representantes dos servidores e do próprio governo. “E reafirmo que meu primeiro ato como governador será me reunir com o Fórum dos Servidores. Serei o governador do diálogo”, enfatizou Junior Mochi.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Temporal em Aquidauana derruba árvores, estruturas e assusta moradores

2
Policial

Funcionário é pego tentando furtar picanhas tipo exportação de frigorífico

3
Aquidauana

Camionete de médico aquidauanense é atingida por árvore durante temporal

4
Geral

Embarcação com 21 pessoas naufraga no Rio Paraguai

Informe Publicitário

Informe

Drogaria Aquidauana: há 8 anos protegendo sua família

Previsão do Tempo

min16 max29

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.
min16 max29

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Sei...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AI de ti, AQUIDAUANA!

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

IDATERRA

Rua Nelson Felicio dos Santos, 205 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3262
Médicos

Solange A. Pellegrino - Psiquiatra

Marechal Mallet, 567 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3114
Pizzarias

Pizza 10 +

Rua: Teodoro Rondon, 386 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS 3241-1010
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo